Amigos cantam pela saúde da cantora Fátima Silva, que luta contra o câncer de mama

Show solidário vai reunir mais de 20 cantores, neste sábado, no palco do Zero Grau (bairro da Paz). Cantora alerta mulheres a não deixar de fazer os exames de rotina

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Mais de 20 cantores passam pelo palco do Zero Grau (rua Voluntários da Pátria, Vila da Prata), para cantar em solidariedade a cantora amazonense Fátima Silva. Vários ritmos se misturam na noite deste sábado (23), que começa às 21h. Os convites para esta noite serão disponibilizados através de doações no valor de R$ 100 (valor que será revestido em mesas para quatro pessoas).

Fátima Silva passa pelo tratamento de saúde com muito otimismo (Foto: Divulgação)

No bolero, se reversam no palco Goreth Almeida e Leninha Fernandes, que juntas vão cantar em seus repertórios clássicos do ritmo latino, como ‘Vereda Tropical’, ‘La Barca’, ‘Perfidia’, ‘Quizás, Quizás, Quizás’, dentre outras pérolas.

A noite ainda terá muita música popular brasileira com os cantores Zeca Torres, Celio Cruz, Cileno, Nícolas Jr, Renatinho, Ketlen Nascimento, dentre outros. Eles vão cantar músicas produzidas aqui no Amazonas e de gente de como Luiz Melodia, Ana Carolina e Djavan.

Para animar a noite solidária, o samba será visitado pelas vozes de David Nogueira, Marinho Saúba, Marquinho Sucesso, Carioca, Crisin, Mestre Onércio, Mestre Ney, Wilsinho de Cima, Jair, Iomar Japonês e Uanderson, que juntos formaram um grande roda de samba.

Saúde

Fátima Silva passa pelo tratamento de saúde com muito otimismo e enfrentando o tratamento com muita fé e alegria. “A doença está ai. Fiz a retirada de mamas devido a um câncer. Estou muito confiante na cura”, explica a cantora.

Ela conta que descobriu a doença há dois anos, num exame de rotina, que identificou um nódulo na mama esquerda e onde foi orientada a fazer uma biópsia. “Fui logo fazer o exame, pois quanto antes iniciamos o tratamento, maior é a chance de cura”, completa. A cantora relata que durante o tratamento foi muito importante a sua crença e sua fé. “Sou católica e me apeguei em Nossa Senhora de Fátima. É muito importante encarar o tratamento de forma otimista”, explica.

Durante o tratamento, com os cuidados e informações de toda a equipe médica, os pensamentos duvidosos vão dando lugar a uma determinação em direção à cura. “Já que tinha de passar por isso, escolhi dar um bom exemplo aos meus filhos. Sem o suporte espiritual, físico e financeiro da família e de amigos queridos, eu não teria, apesar de tudo, boas lembranças de um momento muito difícil e delicado. Eles vem me visitar ou telefonam sempre com uma palavra de carinho e força”, explica.

A cantora deixa uma mensagem para as mulheres que vivem o mesmo problema. “Digo a todas as mulheres que é essencial está atenta ao próprio corpo e não deixem de fazer os exames de rotina”, finaliza a cantora.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefones: (92) 99108-0669, 99906-9604 ou 99292-7557.