Autor do AM estreia em livro sobre aliens

Jefter Haad é um dos 19 selecionados para compor o time de escritores da obra ‘Aliens – Abduções e outros contos’, da editora Young — obra que chega às livrarias ainda neste mês

Gabriel Machado / plus@diarioam.com.br

Manaus – As histórias sobre aparições de óvnis e invasões extraterrestres sempre povoaram a imaginação de jovens de todo o mundo. Agora, um total de 19 autores brasileiros terá a oportunidade de explorar esse universo com a antologia ‘Aliens – Abduções e outros contos’, da editora paulista Young. Entre os selecionados para compor o time de escritores do livro, está o amazonense Jefter Haad, que faz sua estreia no segmento literário com a narrativa ‘O fenômeno’. A obra tem lançamento agendado para a segunda metade deste mês.

O conto, que deverá ocupar cerca de oito páginas da antologia, conta a história de Mike, um jovem que foi abduzido quando criança e retornou para a cidade fictícia de Folls — local onde se passam todas as tramas de ‘Aliens – Abduções e outros contos’. “O protagonista (Mike) é abduzido juntamente com várias outras crianças de Folls, mas somente ele retorna e, ainda por cima, cego. Quando a polícia o interroga, ele conta a história da abdução e ninguém acredita nele”, adianta o amazonense.

No conto de Jefter, um jovem busca redenção em sua cidade natal após ser abduzido por ETs (Foto: Divulgação)

No momento em que atinge a maioridade, Mike resolve deixar Folls e, pouco tempo depois, novas abduções começam a acontecer. “É nesse cenário que ele sente a necessidade de retornar à cidade, retomar o passado e provar a sua história quando criança”, completa Jefter.

De acordo com o autor, ‘O fenômeno’ se trata de uma história sobre redenção. “O conto tem um início reflexivo e, mais para o meio, segue com uma narrativa mais rápida. Procurei tratar a questão do medo que as pessoas têm de lidar com o desconhecido. Mike acaba voltando para Folls para provar não somente para os outros a sua abdução, mas também para si mesmo. Afinal, uma verdade que todos dizem ser mentira acaba virando, consequentemente, uma mentira”, reforça.

Jefter Haad se inscreveu para a seleção de ‘Aliens – Abduções e outros contos’ com cerca de 90 escritores de todo o Brasil e foi anunciado como colaborador da antologia em março deste ano. Segundo ele, que é fã de Virginia Wolf, Clarice Lispector e Tenório Telles, o Amazonas possui, atualmente, uma excelente geração de novos autores.

“Essa nova geração de escritores tem um potencial tão bom quanto o do Clube da Madrugada. É uma galera jovem que possui um poder de persuasão muito forte com os leitores. O que falta mesmo é a difusão desses trabalhos, que não são apoiados como deveriam”, defende Jefter, que deverá lançar seu primeiro livro solo no início de 2018, pela editora Pandorga.