Autor Stephen King é tema de roda de conversa promovida pelo Cine Set

Stephen King foi, e ainda é, responsável por criar algumas das histórias mais assustadoras dos últimos 40 anos. Evento terá acesso livre, neste domingo, na Saraiva Megastore

Gabriel Machado / plus@diarioam.com.br

Manaus – Da famosa cena em que a personagem-título de ‘Carrie, a Estranha’ recebe um banho de sangue aos momentos de tensão ambientados no exilado hotel de ‘O Iluminado’. Seja nas páginas dos livros ou na tela de cinema, o autor Stephen King foi, e ainda é, responsável por criar algumas das histórias mais assustadoras dos últimos 40 anos. A poucos dia da estreia nacional do mais novo filme baseado em uma de suas obras, ‘It – A Coisa’, o site Cine Set promove uma roda de conversa sobre alguns títulos do ‘mestre do suspense’ que foram adaptados para a telona. O encontro acontece neste domingo, 20, a partir das 16h, na Saraiva Megastore do Manauara Shopping (Avenida Mário Ypiranga, Adrianópolis). O acesso é gratuito.

Nova adaptação de ‘It – A Coisa’ chega aos cinemas no próximo dia 7 (Foto: Reprodução)

Para guiar o bate-papo, o Cine Set contará com a participação do jornalista e editor Mário Bentes; da blogueira Tammy Rosas, do ‘Circo literário’; e dos críticos de cinema especializados no gênero de terror Ivanildo Pereira e Danilo Areosa – ambos do site amazonense. O evento terá, ainda, sorteio de brindes da loja Piticas, ingressos de cinema e livros de Stephen King.

Na visão de Ivanildo, a união da literatura e do cinema que acontece a partir das obras do autor estadunidense marcou a Sétima Arte. “A sua escrita é bastante cinematográfica e, com isso, ele criou momentos inesquecíveis que acabaram saindo das páginas para a tela do cinema”, avaliou o crítico.

A importância de Stephen King para os gêneros de terror e suspense também é destacada, desta vez por Danilo. “O autor é um cânone no terror e suspense e merece estar no hall de grandes escritores da literatura de gênero. Sua escrita influencia o pesadelo de diversas pessoas e ele tem um talento maravilhoso de mexer com vidas e personagens comuns e jogá-los em situações extraordinárias. Temos em suas obras verdadeiros tratados sobre a maldade, que geralmente partem da natureza humana. Ele sabe, como poucos, unir o sobrenatural com o mundo real”, finalizou.