Das canecas para as folhas de papel

O amazonense Gusttavo Miguel cria ilustrações utilizando temperos e café no lugar das tintas tradicionais. Atualmente, o artista plástico recebe encomendas de todo o Brasil, pelo Instagram

Gabriel Machado/plus@diarioam.com.br

Manaus – O hábito de desenhar sempre esteve presente na infância do jovem Gusttavo Miguel, de 20 anos. Porém, foi somente no ano passado que o amazonense começou a encarar o hobby como profissão, e com uma pequena reviravolta: ao invés de tintas tradicionais, ele costuma realizar os seus trabalhos com temperos e café. Essa singularidade rendeu ao artista plástico certa notoriedade na cena cultural de Manaus e, atualmente, Gusttavo atende a encomendas do Brasil inteiro.

Estilos Ilustrador costuma receber muitas encomendas de retratos e animações. Foto:Divulgação/Gusttavo Miguel

O primeiro contato do amazonense com a ilustração envolvendo os ingredientes veio em 2008, através do projeto social ‘Jovem Cidadã’ – na época, ele cursava o Ensino Fundamental. “Cheguei a pegar uma parte do projeto que ainda era realizada nas escolas. Foi uma experiência decisiva para mim”, contou Gusttavo, em entrevista ao Plus.

A partir daí, o ilustrador levou em torno de quatro anos para se aperfeiçoar e aprender as artimanhas da técnica alternativa. Cuidados com a conservação das pinturas e a temperatura do café, por exemplo, são alguns dos pontos que ele teve de estudar. “Foram anos de muita experimentação”, acrescentou Gusttavo.

Há quase um ano, após participar de um curso de Marketing para Instagram, o artista plástico passou a trabalhar, efetivamente, com as suas ilustrações. Através do perfil @ilustracaoecafe, ele recebe encomendas do Brasil inteiro. “Normalmente, levo cerca de uma noite para fazer uma pintura. Hoje, estou com sete (pedidos)”, revelou.

Dentre os estilos de desenho mais requisitados pelos clientes, está o retrato. Mas Gusttavo trabalha bastante, também, com animações e cartoon. Para os fregueses manauaras, ele costuma entregar e receber encomendas no Kalena Café, localizado na Rua Fortaleza, Adrianópolis.

Café x temperos

Apesar de trabalhar com os dois ingredientes, Gusttavo Miguel possui o seu favorito. “Gosto mais de desenhar com café, o resultado fica muito semelhante à pinturas de aquarela. O cheiro que fica também é muito bom, e leva uns dois anos para sair”, explicou o ilustrador.

Já entre os tipos de café, o artista plástico apontas algumas diferenças. “Quando uso café expresso, a textura do desenho fica um pouco mais forte. No momento em que utilizo o (café) coado, o resultado é um trabalho mais escuro, porém, quase transparente”, descreveu. “Os temperos são mais usados para substituir as tintas coloridas. O desenho fica com uma textura completamente diferente das (pinturas) feitas com café”.