Empreendedor inova com café amazônico feito a base de açaí

A ideia surgiu quando Charley trabalhou em uma fábrica de café e realizou experimentos com as sementes do açaí. A degustação do café acontecerá a partir do próximo sábado, em Manaus

Erick Valente / redacao@diarioam.com.br

Manaus – No mês em que se comemora o Dia do Café (14 de abril), o empreendedor amazonense Charley Braga traz uma novidade ao mercado gastronômico: o café amazônico feito a base dos caroços de açaí. O início do processo de degustação acontece de forma gratuita, no próximo sábado (21), em uma panificadora no bairro Parque 10, zona centro-sul.

De acordo com Charley, o processo de criação do café amazônico acontece em três etapas, iniciando pela seleção das sementes do açaí, que é o processo de separação dos caroços que serão utilizados; secagem, que é a limpeza e retirada dos fiapos; e por fim a torrefação e moagem da semente, dando origem a um pó semelhante ao pó do café tradicional, pronto pra coar e consumir.

O açaí produz energia à saúde, com elementos nutritivos que desde muito tempo fazem parte da culinária dos nortistas brasileiros. E foi pensando nisso que o codajaense Charley Braga enxergou uma nova oportunidade de empreender. O projeto tem como objetivo a expansão da culinária amazônica a partir dos experimentos com caroços e sementes da região, que através dos processos de tratamento e transformação da matéria-prima, dão origem a novidade que será comercializada no Amazonas.

O início do processo de degustação acontece de forma gratuita, no próximo sábado (21). (Foto: Divulgação)

De acordo com a nutricionista Alexia Nunes, os caroços de açaí são ricos em minerais, vitaminas e compostos antioxidantes, como polifenóis, ácido elágico, antocianinas e vitaminas A e C. “Esse novo produto pode ser útil na substituição do café, principalmente para pessoas que possuem patologias como a gastrite que impede a ingestão de cafeína, além de ser uma alternativa para quem é viciado em café e quer se desprender, entretanto, é recomendável a consulta nutricional antes de substituir um pelo outro”, afirmou.

A ideia surgiu quando Charley trabalhou em uma fábrica de café e realizou experimentos com as sementes do açaí. Após os estudos, ele partiu para prática. “A intenção é oferecer outra opção de bebida saudável às pessoas, reduzindo o impacto ambiental e aumentando a agroindústria do açaí, mostrando para o mundo a potência do açaí de Codajás”, afirmou.

O café amazônico chega para impulsionar a gastronomia regional, caracterizado por outros elementos que o compõem, como o tucumã, pupunha, tapioca e outros. As degustações do café amazônico acontecerão no próximo final de semana, das 8h30 às 11h, na panificadora Pão no Parque, localizada no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.