‘Me apaixonei pela ideia por nunca ter feito rádio’, diz Marcela Rosa sobre estreia na RDC

Ao lado de Marcos Santos, a jornalista vai estrear o carro-chefe da RÁDIO DIÁRIO, na frequência 95,7, nesta segunda-feira (4). O ‘Diário da Manhã’ será transmitido de segunda a sexta-feira, de 7h às 9h

Maria Luiza Dacio

Manaus – O convite demorou, mas chegou. Com experiência de mais de 25 anos na televisão, essa será a primeira vez que a jornalista Marcela Rosa vai atuar no rádio. Ao lado de Marcos Santos, a amazonense vai estrear o programa ‘Diário da Manhã’, carro-chefe da RÁDIO DIÁRIO, frequência 95,7, nesta segunda-feira (4). “Estou ansiosa, sentindo aquele ‘medinho’, mas eu sou aquela medrosa-corajosa: que sente medo, mas vai e se joga”, declarou Marcela.

‘Diário da Manhã’ com Marcela Rosa e Marcos Santos estreia cheio de novidades, na próxima segunda (Foto: Divulgação)

O ‘Diário da Manhã’ será um jornal multifaces, de segunda a sexta-feira, de 7h às 9h, com transmissão pelo PORTAL D24AM e pela RECORD NEWS MANAUS. A jornalista deixou claro que a sua estreia na rádio é a grande chance que ela não pôde deixar passar. “É o primeiro momento nessa minha nova fase na REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC), que é esse grande projeto do ‘Diário da Manhã’, com o Marcos Santos. Eu me sinto honrada de estar ao lado dele, que é um cara que entende um pouco de tudo”, disse.

O diferencial destacado pela jornalista, é a tecnologia. “Nós vamos usar as nossas ferramentas ao nosso favor. Nós temos o PORTAL D24AM, que é o site mais lido, com maior interação, visibilidade e credibilidade. Temos esse veículo muito forte para interagir conosco. A nossa voz é a RÁDIO DIÁRIO, mas a nossa cara é o D24AM“, ressaltou.

Marcela revela estar confiante e segura com este novo desafio. Isto porque, para ela, os profissionais que compõem a equipe transmitem essa tranquilidade. “Fora o Marcos, Jefferson Muniz, Luiz Cláudio Tinoco no jornal impresso, Eduardo Asfora comigo e o Victor Cruz no D24AM e todos os outros que compõem a equipe me deixam muito confiante”, revelou.

Trajetória

Marcela Rosa se formou em Jornalismo na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), no ano de 1994, já tendo sua carreira iniciada. Começou na RBN (Rede Boas Novas – antiga TV Manchete), onde ficou por dois anos. De lá, foi para a Rede Amazônica, onde ficou por quase nove anos. “Foi a minha grande escola”, afirmou Marcela.

Na emissora, a apresentadora e diretora teve oportunidade de fazer cursos no Rio de Janeiro, Nordeste e até em Atlanta, nos Estado Unidos. “Fui a primeira da equipe à ir estudar nos Estados Unidos e passei a contribuir com matérias em inglês e em espanhol. Foram mais de 80”, lembrou. Outros destaques ficam por conta das matérias nacionais e links ao vivo.

Durante mais de 15 anos, Marcela atuou como repórter, quando foi para a TV Cultura, passando quase quatro anos na emissora. “Passei a ser apresentadora e virei chefe de jornalismo”, disse a ex-apresentadora do programa Roda Viva.

Após o período, a jornalista Ana Paula Padrão convidou Marcela para ser repórter correspondente no SBT, e ela aceitou. “Ela montou uma equipe no País inteiro para o programa. Fiquei com ela até a saída da emissora e permaneci na casa apresentando programas até ir para um outro projeto”, comentou. Marcela Rosa também montou o projeto da TV Em Tempo, local onde ficou por 10 anos.

Marcela possui dois livros escritos e planejava o terceiro, até o convite para assumir a RÁDIO DIÁRIO e RECORD NEWS MANAUS. “Me apaixonei pela ideia por nunca ter feito rádio. Era o que faltava no meu currículo. Estou amando e muito positiva. Mais ainda pela equipe, novamente. Está todo mundo junto e querendo fazer funcionar. Ter, na minha idade, uma oportunidade dessa… Não podia dizer não”, comemorou.