Paço ganhará novo museu sobre a história da cidade de Manaus

Presidente da Manauscult adianta que maquetes com a prévia do espaço estarão disponíveis para visitação nos dias 12 e 13 de agosto, durante feira mensal

Manaus – Na última semana, a revista Veja noticiou que o Amazonas, mais precisamente a capital do Estado, ganhará dois novos museus — dentre eles, um sobre a história da cidade de Manaus, que ficará sediado no Paço da Liberdade, no Centro. Responsável pela montagem do espaço, a empresa Magnetoscópio disponibilizará para o público que for até a feira mensal do local, nos dias 12 e 13 de agosto, maquetes com uma prévia de como ficarão os ambientes.

De acordo com a Manauscult, a montagem do museu custará R$ 4,5 milhões que virão da iniciativa privada (Foto: Ingrid Anne/Manauscult/Divulgação)

Segundo Bernardo Monteiro de Paula, presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), este já era um desejo antigo da atual administração da cidade. “Há três anos, estamos falando sobre a criação desse espaço, fizemos o chamamento público de empresas interessadas na montagem e a vencedora do certamente licitatório foi a Magnetoscópio, responsável por importantes museus como o da Língua Portuguesa, em São Paulo, e outros tanto com alcance internacional”, explica.

Monteiro de Paula ressalta que a Prefeitura está atuando somente como articuladora, tendo em vista que o museu ganhará vida por meio da Lei de Incentivo à Cultura, mais conhecida como a Lei Rouanet. “Ao todo, a montagem do museu custará R$ 4,5 milhões que virão da iniciativa privada. A Prefeitura não arcará com nenhum custo, mas irá ceder o antigo prédio que abrigava o gabinete do prefeito”, conta.

O secretário espera, ainda, que, a partir de outubro, a montagem do espaço seja iniciada. “Estamos dependendo única e exclusivamente da captação dos recursos. Enquanto isso, o público poderá conferir as maquetes preparadas pela empresa responsável”, finaliza.

Esportes

Outro museu que será instalado em Manaus é o Olímpico. Ele abrigará importantes peças do acervo pessoal do presidente da Confederação Sul-Americana de Atletismo (Consudatle), Roberto Gesta. Todo o material disponibilizado por ele, ficará aberto para visitação na Arena da Amazônia.