Parintins recebe os últimos ajustes para o início do Festival

A uma semana para o início do 53º Festival Folclórico de Parintins, tanto a cidade quanto o palco do espetáculo recebem os ajustes finais para a festa de Caprichoso e Garantido

Com informações da assessoria

Manaus – A uma semana para o início do 53º Festival Folclórico de Parintins, tanto a cidade quanto o palco do espetáculo recebem os ajustes finais para a festa de Caprichoso e Garantido. Neste ano, o Festival recebe um montante de quase R$ 60 milhões em investimentos por parte do Governo do Estado. Na última quinta-feira (21), o secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, esteve em Parintins para fazer mais uma visita técnica no Bumbódromo e em obras no município.

A uma semana para o início do 53º Festival Folclórico de Parintins, tanto a cidade quanto o palco do espetáculo recebem os ajustes finais para a festa de Caprichoso e Garantido. (Foto: Ícaro Guimarães/ Secom)

“Com certeza nós vamos ter o cumprimento das obras e ações aqui definidas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Parintins. Isso nós dá tranquilidade que a festa estará pronta para acontecer dentro do previsto. Também estamos tratando com o prefeito das necessidades legais dos convênios, das obras, enfim, das ações que o Governo terá aqui para que a festa ocorra com todas as suas ações previstas. Estamos muito satisfeitos”, garantiu o secretário Francisco Deodato. A expectativa da Prefeitura de Parintins é que a cidade receba um público de 100 mil visitantes durante o Festival deste ano.

O presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Orsine Jr., falou sobre o trabalho que está sendo feito pelo Governo do Estado para receber os turistas neste ano. “Estamos notadamente fazendo toda a fiscalização no que diz respeito a todos os pontos de sinalização, vamos ter grandes novidades no recebimento dos turistas, campanhas de conscientização de combate ao turismo sexual, receptivo com vários guias bilíngues que estão vindo de Manaus para completar o quadro daqui, para que a gente possa fazer desse Festival um dos maiores dos últimos anos. “, afirmou o secretário.