Padre Fábio de Melo em ‘A Estrada Sou eu’

Padre Fábio de Melo é um sacerdote católico, cantor, compositor, poeta, escritor, professor e apresentador… e sucesso na internet. O padre, que vem juntando seguidores dentro e fora da igreja por seu jeito espontâneo e bem humorado, consegue explorar todas essas facetas durante seu show ‘A Estrada Sou Eu’, no qual mistura sucessos de sua carreira e canções consagradas da Música Popular Brasileira (MPB).

De volta a Manaus, ele sobe ao palco montado na Arena Amadeu Teixeira (Av. Constantino Nery, s/n. Flores), no dia 23 de julho, às 20h30.

História de sucesso

Com 20 produtos gravados e repertórios que valorizam a religiosidade e cultura, suas composições são poesias, com uma roupagem e ritmos modernos. Além da música, o pe. Fábio de Melo ainda é autor de obras literárias, como: ‘Quem me roubou de mim’, ‘Tempo: Saudades e Esquecimentos’, ‘Quando o sofrimento bater a sua porta’, ‘Amigo: somos muitos, mesmo sendo dois’, ‘Orfandades’ e ‘Tempos de Espera’, títulos que, comumente, figuram entre os mais vendidos no Brasil. Atualmente, ele apresenta o programa Direção Espiritual, na TV Canção Nova.

Essa trajetória bem-sucedida é resultado de muitos talentos e dedicação extremada. De origem humilde, nasceu em Formiga, Minas Gerais, em 3 de abril de 1971, fruto da união do pedreiro Dorinato Bias Silva e da dona de casa Ana Maria de Melo Silva, sendo o caçula de oito irmãos.

Desde criança, sua vocação para a arte foi percebida e incentivada pelo pai violeiro. Posteriormente, aos 16 anos, já no seminário, colocou-a a serviço da fé. Foi ordenado sacerdote, em 2001, pela imposição das mãos de Dom Alberto Taveira, na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (congregação do pe. Zezinho, precursor dos padres cantores na década de 1960).

Padre Fábio de Melo traz consigo musicalidade nata. Sua sensibilidade artística, com visão social e humana, vai da competência de um grande intérprete, capaz de emocionar, unindo técnica e dom a consciência de composições próprias que transmitem mensagens significativas. São expressões literárias e poéticas que revelam amplo conhecimento literário e filosófico.

Sua linguagem sensível é cuidadosa, objetiva e universal. O som é acolhido na completude múltipla da arte audiovisual, em roupagem atual e ritmos atemporais. Basta observar obra e shows, para compreender um artista completo.

A mensagem de Jesus Cristo é o viés de suas composições. Padre Fábio de Melo consolida-se, cada vez mais como um dos atuais pilares da música católica religiosa. Integra o contexto da música brasileira, ao lançar-se por inteiro no ofício da arte, que exercita com respeito integral.

Com total apoio da família e com incentivo do padre Joãozinho, padre Fábio de Melo lançou seu primeiro disco ainda no tempo de seminário, em 1997, o cd ‘De Deus um Cantador’.

Ao receber a ordenação diaconal, compôs ‘As Estações da Vida’, fazendo uma analogia às estações do ano e o processo de aproximação do ser humano com Deus. Já ordenado padre, em 2001, traz ao mercado ‘Marcas do Eterno’. Este disco que surge após o mestrado de teologia sistemática, reflete seus, então, recentes estudos em antropologia teológica sobre ‘O Cotidiano Como Lugar de Revelação’.

A faixa que empresta o nome ao referido CD fala de maneira bastante específica do modo consagrado de viver e fala, claramente, de sua vocação. E pode ser o de qualquer pessoa que tem uma religião e se relaciona com o transcendente de maneira espiritualista, descobrindo-se como um ‘Lugar de Dignidade’ ou como um ‘Solo Sagrado’.

Turnê

No show ‘A Estrada Sou Eu’, padre Fábio de Melo transforma o palco em um verdadeiro santuário. O repertório tem canções do novo CD ‘Deus no Esconderijo do Verso’, antigos sucessos que marcam a sua trajetória e alguns clássicos da música popular brasileira, como ‘Romaria’, de Renato Teixeira, e ‘O Que É, O Que É?’, de Gonzaguinha, ‘Disparada’, de Geraldo Vandré e e ‘Calix Bento’, de Milton Nascimento.

No meio disso tudo, o religioso prega e ‘puxa a orelha’ da plateia, com histórias do dia a dia e sobre o comportamento de cada um. Ele também tem seu lado engraçado, que tira altas gargalhadas dos fiéis.

“Nós, padres, lidamos diretamente com a dimensão mais bela da vida das pessoas e saber que, de alguma maneira, eu entrei na vida de alguém e deixei ali uma marca positiva, eu me realizo como gente. Creio também no poder da comunicação religiosa da música popular, e tento fazer com que a música seja ponte entre a palavra de Deus e o coração dos brasileiros”, declara o padre.

Sucesso na web

Recentemente, o padre Fábio, se destacou em uma área um tanto diferente de seu ofício. Por isso mesmo, ele continua a surpreender seus mais de 1 milhão de seguidores no Twitter, com doses diárias de bom humor, sem muita censura. Alfinetadas, críticas e a intimidade do seu cotidiano. Tem espaço para qualquer tipo de comentário dele, que costuma responder aos seguidores, sempre com bom humor.

Recentemente, o religioso tomou outra rede social: o Snapchat, e, mais uma vez, caiu nas graças da internet com seu estilo próprio e cheio de ironia, inclusive criando quadros e personagens originais em seus vídeos.

Ingressos à venda

Os ingressos para o show ‘A Estrada Sou Eu’ já estão à venda nas lojas do DIÁRIO DO AMAZONAS, no Centro (Avenida Joaquim Sarmento, 137); Manauara Shopping (Piso Tucumã, loja 19); Cidade Nova (Avenida Paraná Mirim, 78); Uai Shopping (Avenida Cosme Ferreira, loja 1); Lírio do Vale (Avenida Laguna, 1040 – C1, loja 1), Manaus Auto Shopping e Posto Shell Eldorado.

Além do habitual direito à meia-entrada, quem doar 1kg de alimento não perecível no ato da compra também terá direito ao benefício. As arrecadações e parte da renda das vendas dos ingressos será doada para modernização da Radio Rio Mar. Mais informações: 3643-5042.