Senna dos palcos para as telonas

Em pleno Dia do Trabalhador, nesta terça-feira (1º), rede de cinema apresentará, em três complexos locais, versão filmada de espetáculo inspirado na trajetória do tricampeão da Fórmula 1: ‘Ayrton Senna, O Musical’

Maria Luiza Dacio / plus@diarioam.com.br

Manaus – Esqueça um pouco as manhãs de domingo e a voz de Galvão Bueno: nesta terça-feira (1º), será dia de Fórmula 1 na tela grande. Isso porque, seguindo uma programação nacional, juntamente a outras 70 cidades, Manaus exibe, no feriado do Dia do Trabalhador (1º de maio), o espetáculo ‘Ayrton Senna, O Musical’. Na capital amazonense, o filme entrará em cartaz pela rede Cinépolis — Manaus Plaza, Ponta Negra e Millenium.

Primo de William Bonner, Hugo Bonemer interpreta o campeão, no musical (Caio Gallucci/Divulgação)
O lançamento acontece no dia da morte do piloto e será o primeiro espetáculo nacional filmado e exibido nos cinemas. O musical, que, atualmente, está em cartaz no Teatro Sergio Cardoso, em São Paulo, terá parte da bilheteria doada para o Instituto Ayrton Senna — que contribui para ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio da educação.

Fernando Campos, produtor do musical, disse que a ideia do espetáculo foi inspirada por outros exemplares do mesmo gênero e também nacionais. “Veio de uma parceria entre a Aventura Entretenimento e a Cine Experience. Já tínhamos produzido vários outros musicais, como ‘Elis, o musical’, ‘Xacrinha, o musical’, ‘Rock in Rio, o musical’ e ‘Bem Sertanejo’, mas nunca ninguém tinha sugerido que filmássemos. Compramos a ideia e tocamos o projeto”, explicou.

Já a ideia de fazer um musical sobre o maior ídolo da história da Fórmula 1, Ayrton Senna, veio pela busca da valorização da história brasileira. “Lançamos a ideia para o instituto Ayrton Senna, eles adoraram e nos permitiram o desenvolvimento do projeto”, comentou.

Inéditos, texto e músicas têm a assinatura de Claudio Lins e Cristiano Gualda. “Buscamos uma linguagem um tanto quanto diferente. Contamos a carreira do piloto por meio de uma linguagem artística, onde a trama acontece com duas histórias paralelas. Muitas acrobacias, ferramentas, ações de circo e velocidade nos ajudam a ilustrar essa história. O espetáculo começa na última corrida de Ayrton, em Ímola, na Itália, e desenvolve com o que pode ter passado pela cabeça dele, naquelas últimas cinco voltas”, disse.

O espetáculo vem sido desenvolvido há dois anos e foi filmado no início deste ano. Ao todo, foram utilizadas nove câmeras, gruas e drones para filmar o musical e levar ao público dos cinemas a mesma dimensão de quem assiste ao espetáculo no teatro.

Diretor da Cine Experience, Adriano Norberto falou sobre o processo de transformação do espetáculo para as telas dos cinemas. “O objetivo é popularizar e democratizar a cultura no nosso País”, salienta.

“Apresentamos o projeto para um novo formato inovador. A intenção era que fosse uma leitura do musical para a tela de cinema, mas explorando o que tínhamos e não mexendo na obra. Não acrescentamos nada. Não há modificações, é tudo na íntegra. A diferença é o tamanho e a dimensão dos equipamentos utilizados. Conduzir o espectador para um outro olhar”, finaliza.

Bastidores

A produção, que reúne 26 atores em um espetáculo para toda a família, contando a história de Senna, traz grandes momentos da carreira e da vida de Ayrton Senna, como a relação dele com os pais e a emblemática vitória em Interlagos, em 1991.

Hugo Bonemer e Adam Lee vivem, respectivamente, o piloto e a versão do piloto fora das corridas.