Superação a cada página

Pais do menino Mateus Alves Gomes, morto em um acidente de trânsito, em 2010, lançam livro sobre o episódio, na noite desta terça-feira (24)

Lennon Jorge / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Em 13 de junho de 2010, o administrador de empresas Fernando Cavalcante Gomes e a jornalista Luciane Alves Gomes perderam, precocemente, o filho Mateus Alves Gomes, de apenas 4 anos, vítima fatal de atropelamento, durante uma procissão de Santo Antônio. Passados quase oito anos, o casal mudou de ares — hoje, reside em Macapá (AP) —, voltou a ter filhos — Isaac, de sete anos, e Fernanda, de quatro — e decidiu lançar um livro que alia o relato da tragédia a palavras de conforto para quem passou por situação semelhante.

Intitulada ‘Tornaste Meu Pranto em Alegria’, a obra será apresentada ao público manauara, nesta terça-feira (24), a partir das 20h, no auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins (Avenida Professor Nilton Lins, 3.259. Parque das Laranjeiras). “O livro é para alcançar pessoas que perderam entes queridos e não conseguem retomar sua vida, voltar a viver, ter esperança em voltar a viver. Aquelas pessoas que perderam a esperança, que estão à beira de uma depressão, em tristeza profunda”, afirmou Fernando.

Além do lançamento, o casal de autores estará disponível para uma sessão de dedicatórias (Foto: Divulgação)
“Na época, eu e minha esposa procuramos uma literatura sobre perdas e não tivemos muito êxito, então, hoje, a gente traz este livro para alcançar essas pessoas. A gente pede, no conteúdo do livro, que elas saiam do ‘cativeiro’ onde estão aprisionadas e retomem as suas vidas. Tomar a atitude de não querer ficar preso, de querer voltar a viver”, complementou o autor.

Segundo ele, a família, que, atualmente, tem a cidade de Macapá como moradia, não tem a intenção de voltar a viver na capital amazonense. “Voltamos para Manaus apenas para rever os familiares e lançar o livro. Manaus, onde aconteceu tudo, passando pelo acidente e pela nossa luta por justiça”, justificou Fernando.

O evento terá, de acordo com ele, o lançamento do livro e uma sessão de dedicatórias. Para quem quiser adquirir, é necessário contato com os próprios autores, pelos telefones (96) 98401-1221 e (96) 98415-0909.

O episódio
Em 13 de junho de 2010, Mateus Alves Gomes foi atropelado por um carro conduzido pelo industriário Cristian Silva de Souza. Além de Mateus, que veio a falecer, o acidente ainda atingiu três pessoas — entre elas, a avó do menino, Rosineide Alves, que machucou as duas pernas, e a tia-avó da criança, Edileuza Rebouças.