‘Urinal – O Musical’ ganha adaptação amazonense com estreia para novembro

Vencedor de três Tony Awards, o Oscar dos musicais, o espetáculo será assinado por Matheus Sabbá e Eduardo Klinsmann

Gabriel Machado / plus@diarioam.com.br

Manaus – Vencedor de três Tony Awards — o Oscar da Broadway , o espetáculo ‘Urinal – O musical’ ganhará uma adaptação amazonense pelas mãos de Matheus Sabbá e Eduardo Klinsmann. A montagem contará com enredo e músicas originais, traduzidas pelo paulista Zé Henrique de Paula, e tem estreia agendada para novembro deste ano, no Teatro Amazonas.

A montagem servirá como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Matheus, que dirige a obra e é finalista do curso de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). “A história do espetáculo é uma grande metáfora às injustiças que sofremos no nosso dia a dia”, conta o diretor.

Grata surpresa, elenco do musical foi escolhido em apenas um dia (Foto: Divulgação)

A trama da montagem é centrada nos habitantes de uma cidade fictícia que enfrenta uma crise hídrica. A população conta os tostões e paga banheiros coletivos controlados por uma companhia privada. Quem desacata a lei desta empresa é enviado para uma colônia penal, representada, no espetáculo, como o ‘Urinal’ — uma espécie de banheiro público no pior dos estados de conservação.

Em meio a este cenário, o protagonista do musical, Bonitão, se divide entre um romance com Luz (filha do vilão, Patrãozinho) e liderar uma revolução contra a atual situação que sua comunidade enfrenta.

Além da sátira a questões políticas e sociais, ‘Urinal – O musical’ também brinca com a estrutura dos musicais. “Isso fica perceptível nos próprios protagonistas (Bonitão, Luz e Patrãozinho). Seus nomes correspondem a características que, geralmente, fazem parte dos perfis desses personagens (herói, mocinha e vilão). A narrativa do espetáculo ironiza não somente o contexto da história, mas, também, a estrutura do próprio musical”, explica Eduardo, que assume as cadeiras de assistente de direção, coreógrafo e figurinista.

Equipe e elenco

Ao todo, cerca de 30 pessoas estão envolvidas na concepção da montagem, desde atores a staff. A seleção do elenco aconteceu na última semana e, segundo Matheus e Eduardo, foi uma grata surpresa. “Todos que estão no elenco são amazonenses. Ficamos muito impressionados com o talento desses artistas. Afinal, eles têm de atuar, cantar e dançar em cena. Selecionamos todos os papéis em apenas um dia”, destaca o assistente de direção.

Além dos novatos, o espetáculo conta com profissionais renomados do Amazonas, como o maestro Marcelo de Jesus e o cenógrafo Marcos Apolo. Os ensaios acontecem de segunda a sexta-feira, nos espaços do Sesc Amazonas.