Câmara realiza no Dia da Consiência Negra seminário sobre o papel e desafios da mulher

As mulheres negras no Brasil são 55,6 milhões, chefiam 41,1% das famílias negras e recebem, em média, 58,2% da renda das mulheres brancas, conforme dados do Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A Câmara dos Deputados promove, nesta terça-feira (20), no Dia da Consciência Negra, o seminário Mulheres Negras Movem o Brasil: visibilidade e oportunidade. As mulheres negras no Brasil são 55,6 milhões, chefiam 41,1% das famílias negras e recebem, em média, 58,2% da renda das mulheres brancas, de acordo com os dados de 2015 extraídos do Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça.

A deputada (foto) Benedita da Silva (PT-RJ), que propôs o evento, afirma que o objetivo do encontro é dar mais solidez às discussões e aos desafios colocados.

O evento abre os ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres’, uma campanha internacional que ocorre todos os anos, entre 25 de novembro (Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres) e 10 de dezembro (Dia Internacional dos Direitos Humanos).

No período de 2003 a 2013, houve um aumento de 54% no número de assassinatos de mulheres negras enquanto houve redução em 10% na quantidade de assassinatos de mulheres brancas. No quadro diretivo das maiores empresas no Brasil, as negras são apenas 0,4% das executivas – apenas duas em um total de 548 executivos e executivas.

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) propôs o evento (Foto: Divulgação/Agência Câmara)