Amazonino e Braga devem disputar segundo turno, aponta pesquisa de boca de urna

Pesquisa da Action ouviu 1,1 mil eleitores em Manaus e nos municípios de Parintins, Itacoatiara, Manacapuru, Tefé, Tabatinga, Humaitá, Eirunepé, Boca do Acre, Borba, Barreirinha, Codajás e Novo Airão

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Os candidatos Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) devem disputar um segundo turno na eleição suplementar para o Governo do Amazonas, de acordo com pesquisa de  ‘boca de urna’ divulgada agora há pouco pela empresa Action Estudo de Mercado: Amazonino deve obter 38,3% dos votos válidos, contra 27,4% de Braga, 17,6% de Rebecca Garcia (PP), e 11,9% de José Ricardo (PT). O deputado estadual Luiz Castro (Rede) aparece em quinto lugar com 2,3% das citações. Na sequência estão Wilker Barreto, com 1,5%; Marcelo Serafim, com 0,7%; e Jardel com 0,2%.

A Action ouviu 1,1 mil eleitores em Manaus e nos municípios de Parintins, Itacoatiara, Manacapuru, Tefé, Tabatinga, Humaitá, Eirunepé, Boca do Acre, Borba, Barreirinha, Codajás e Novo Airão. A margem de erro amostral para um intervalo de confiança de 95% é de, aproximadamente, 3 pontos percentuais para mais ou menos. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número AM-07280/2014.

Para obter o número de votos válidos, a pesquisa não considera os votos brancos, nulos e abstenções. Segundo a Action, a candidata Liliane Araújo tem pendências legais quanto à sua candidatura e seus votos não foram computados, neste momento, da mesma forma como não o serão na apuração pelo Tribunal Regional eleitoral (TRE).