Encontro no MP-AM reforça combate ao crime organizado

O objetivo da reunião foi compartilhar informações e experiências exitosas no combate ao crime organizado nos limites da região amazônica

Da Redação/redacao@diarioam.com.br

Manaus – Procuradores-gerais de Justiça dos Ministérios Públicos Estaduais da Amazônia Legal, chefes e representantes do Comando Militar da Amazônia, Polícia Federal, Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União (CGU), Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, Comando da Polícia Militar do Amazonas e Consulados da Colômbia e do Peru participaram, na última semana, na sede do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), do 1º Encontro de Órgãos de Persecução Penal da Amazônia Legal, Colômbia e Peru. O objetivo da reunião foi compartilhar informações e experiências exitosas no combate ao crime organizado nos limites da região amazônica.

O procurador-geral de Justiça, Carlos Fábio Braga Monteiro, fez a abertura do evento e destacou a importância da presença e compromisso de todos nesse esforço para conter a criminalidade na região, se organizando melhor e compartilhando informações.

O chefe de Operações do Comando Militar da Amazônia, general de Brigada Algacir Polsin, defendeu que os órgãos devem sempre se integrar juntando as capacidades, superando as dificuldades e deficiências. O secretário Executivo de Segurança Pública do Amazonas, Amadeu Soares, disse  que tudo o que passa pela fronteira chega a Manaus e às cidades do interior, interferindo na criminalidade. Ao fim de encontro, foi assinada a Carta de Manaus sobre Interlocução Pró-Persecução Penal e Ações Investigativas entre Agentes Públicos Competentes, a fim de que todas as instituições  firmem compromisso com a cooperação e a articulação.