Experiência é explorada no último debate na TV antes do 1º turno, no AM

Com a presença de seis candidatos ao Executivo, o tema da experiência no setor público foi explorado exaustivamente entre aqueles que estão concorrendo ao cargo de governador do Amazonas

Álisson Castro

Manaus – Discussão de propostas para a indústria e áreas de saúde e de segurança foram alguns dos temas abordados no último debate do primeiro turno da eleição para governador do Estado realizado, na noite dessa terça-feira, na TV Amazonas, com a presença de seis candidatos, que também exploraram exaustivamente a necessidade da experiência para a gestão pública.

Candidatos presentes no debate na TV Amazonas valorizaram a experiência na gestão (Foto: Jimmy Geber)

No primeiro bloco, os candidatos fizeram perguntas entre si com tema livre e foram abordados temas como reforma trabalhista, terceirização, além de propostas para a Saúde do Amazonas.

O governador Amazonino Mendes (PDT) perguntou sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal ao candidato Wilson Lima (PSC) e receitas do Estado, ao que Wilson disse que a atual gestão já empenhou mais do que os recursos disponíveis. Amazonino retrucou, afirmando que o candidato do PSC desconhece conceitos básicos da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ainda no primeiro bloco, o candidato David Almeida (PSB) questionou Berg da UGT (PSOL) sobre segurança pública. Por sua vez, Berg afirmou ser necessária a contratação de novos policiais militares e civis, além de propor a criação de um batalhão especializado no combate a assaltos no transporte público.

Ainda sobre o tema segurança, David Almeida defendeu a necessidade de investir mais em educação, para evitar os crimes na capital e no interior.

Em outro trecho, David disse ser necessário investir com mais eficiência e que o Estado tem aplicado, por exemplo, em programas como campeonatos de peladas.

No segundo bloco, os candidatos fizeram perguntas entre eles sobre termos determinado e Lucia Antony (PCdoB) questionou David sobre como fazer para melhorar a gestão para combater a corrupção.

Quando foi abordado sobre segurança pública, Omar Aziz (PSD) disse que o programa Ronda nos Bairros foi o que mais reduziu a criminalidade na capital e criticou a contratação da consultoria do ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani para fazer um diagnóstico das necessidades da área de segurança pelo Estado.

Amazonino Mendes defendeu a contratação e disse que procurou um dos mais renomados especialistas em segurança no mundo para realizar um serviço a ser colocado em prática ao longo dos anos. Amazonino citou que os serviços de Giuliani já apresentaram resultados positivos em outras cidades.

No terceiro bloco ocorreu, novamente, perguntas de temas livres entre os candidatos. Em resposta dada ao governador Amazonino Mendes, o candidato David Almeida afirmou haver risco ao Amazonas, caso a administração estadual seja colocada nas mãos de pessoas inexperientes.
Ainda sobre o tema, Amazonino disse que tem realizado as mudanças necessárias para a gestão estadual.

Em seu quarto bloco, o debate foi, novamente, de temas pré-determinados em que os candidatos abordaram o Polo Industrial de Manaus, emprego e renda, desenvolvimento do interior do Estado , sistema carcerário, além do outros assuntos. Por fim, os seis candidatos fizeram suas considerações finais.