Frente política do AM se opõe a Amazonino

Representantes de um leque de vertentes políticas comparecem à filiação do deputado David Almeida ao PSB em ato político marcado pela oposição à reeleição do atual governador

Álisson Castro /redacao@diarioam.com.br

Manaus – Partidos de todas as vertentes políticas se unem contra o governo de Amazonino Mendes durante ato de filiação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado estadual David Almeida, ao PSB, que tem como presidente estadual de honra o também deputado estadual Serafim Corrêa. Participou do ato de filiação, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

David Almeida destacou a necessidade de mudanças na atual quadro político do Governo do Amazonas. “Com este palanque que temos aqui e muitos outros que estão aderindo e todos nós unidos nesta eleição, o Amazonas vai fazer a virada nesta dinastia política que está governando o nosso Estado”, afirmou.

Acompanharam a filiação do presidente da ALE, presidentes estaduais e representantes dos partidos PT, PCdoB, PR, PP, PSL, PROS, Podemos, Avante, Patriotas entre outros.

Para o deputado estadual Platiny Soares (PSL), o importante é que a política no Brasil seja feita de forma diferente. “Graças Deus, posso hoje subir aqui ao lado da pessoa em que eu acredito para governar o Amazonas e, caso isto se concretize, eu tenho fé e vou trabalhar para que David seja candidato. Eu quero dizer que nós nos propomos a ser protagonistas da ruptura com a antiga política”, disse.

Representantes de um leque de vertentes políticas comparecem à filiação do deputado David Almeida. (Foto: Sandro Pereira)

O presidente estadual do PCdoB, Eron Bezerra, afirmou que o governo do Estado precisa passar por mudança. “Todo mundo aqui tem um único desejo, uma única esperança: que não cheguemos ao século 21 vendo, de novo, Amazonino governador. Temos que derrubar esta dinastia”, disse.

Sobre a filiação ao PSB, o presidente da ALE afirmou que o partido tem um histórico de credibilidade. “É uma história de compromisso, na pessoa do deputado Serafim Corrêa. Eu adentro as fileiras do PSB não querendo mandar ou dar ordem a ninguém, mas querendo contribuir para o avanço do meu Estado, para o crescimento do meu País”, disse.

Ao se dirigir à ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), David afirmou que a aliança com o PP está mantida. “Muitos não acreditam mais na política porque muitos políticos não estão cumprindo com suas palavras, não estão honrando as suas palavras e eu quero dizer, Rebecca, que, até o último momento, o nosso acordo está mantido. Eu estou aqui neste momento de filiação dizendo para você que o nosso acordo está mantido. Nós vamos até o final. Quem vai decidir o cargo que eu vou disputar e que a Rebecca vai disputar será o povo do Estado do Amazonas”, afirmou.