Caixa abre 11º Salão Auto nesta segunda-feira

Manaus – Começa nesta segunda-feira (21) a 11ª edição do  Salão Auto Caixa, com taxas de juros a partir de 1,24% ao mês, para clientes e prazo para pagamento de até 60 meses. O evento termina no próximo sábado, dia 26.

De acordo com o banco, durante a ação, gerentes da Caixa e operadores do Banco Pan disponibilizarão atendimento personalizado nas concessionárias participantes. O objetivo é garantir agilidade e condições aos clientes, que podem financiar até 90% do veículo e ainda ganhar um brinde especial, além da possibilidade de contratar com carência de 120 dias para pagamento da primeira parcela. Centenas de lojas participantes contarão com o apoio de gerentes da Caixa e operadores do Banco PAN para atender os clientes.

A Caixa financia carros e motos, nacionais ou importados, novos ou usados. Para contratar o Crédito Auto, o cliente precisa apresentar RG, CPF, comprovante de renda e de residência atualizados.

A lista das concessionárias participantes do Salão Auto Caixa está disponível no endereço www.salaoautocaixa.com.br. O portal oferece a possibilidade do cliente consultar as concessionárias participantes por cidade, bairro, marca do veículo e nome da concessionária. O cliente que financiar seu carro ou moto durante o evento também ganhará um brinde concedido pela concessionária parceira.

A ação é realizada  em parceria com a Caixa Seguradora, o Banco Pan, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
A Caixa Seguradora também participa da ação. Clientes que contratarem o Seguro Auto poderão parcelar seu seguro em até dez vezes sem juros e ainda obter descontos nas taxas de juros do financiamento do veículo.

Vendas

A venda de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus caiu 17,22% em outubro, segundo a Fenabrave. Foram emplacadas 159.049 unidades, contra 192.133 unidades no mesmo período de 2015. No acumulado do ano, a queda é ainda maior, de 22,28%. Nos dez meses do ano, foram comercializadas 1,66 milhão de unidades, contra 2,14 milhões em 2015.

Na comparação com setembro, quando foram vendidas 159.957 unidades, houve uma ligeira queda, de 0,57%. Em números absolutos, a diferença é de apenas 908 veículos.

A queda geral é puxada pela baixa nas vendas de automóveis e comerciais, responsáveis por boa parte da frota brasileira.