Amazonense quer conquistar Mister América para se tornar profissional de fisiculturismo

Para conquistar o pró-card, uma espécie de licença para competir profissionalmente, Aderbal Freitas Júnior, 37, terá que ser campeão entre todas as categorias, inclusive na que ele compete, a bodybuilder sênior até 70 kg

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A vida é feita de objetivos e o amazonense Aderbal Freitas Júnior, 37, já tem o seu traçado: se tornar atleta profissional de fisiculturismo. Mas para isso, ele terá que superar os melhores atletas da América Latina e conquistar o Mister América, em competição a ser realizada entre os dias 12 a 14 de abril, em Lima, Peru. Aderbal contará com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel).

Para conquistar o pró-card, uma espécie de licença para competir profissionalmente, Aderbal terá que ser campeão entre todas as categorias, inclusive na que ele compete, a bodybuilder sênior até 70 kg. Para isso, ele garante estar em seu melhor shape(forma do corpo).

O atleta amazonense Aderbal Freitas Júnior (Foto: Raul Sampaio/Divulgação)
“Já venho me preparando desde o final de 2018 pra chegar no melhor condicionamento. Nesse primeiro campeonato de 2019 eu estou dando o meu melhor shape, o meu melhor corpo de demonstração em cima do palco. Acredito que sou cotado para ser um dos favoritos”, contou.

Com apenas dois anos de competições, Aderbal já garantiu feitos importantes como vice-campeonato brasileiro, o quarto lugar no Sul-americano e o título do Sul-Brasileiro.

“A ajuda da Prefeitura de Manaus é muito importante, porque que eu serei o único atleta do Amazonas a competir no Mister América, um campeonato internacional. A prefeitura e a Semjel vem me dando esse apoio para que o fisiculturismo seja levado não somente no Brasil, mas para outros países também”, disse.