Após 7 a 1, Brasil pode ser 1º país a se garantir na Copa pelas Eliminatórias

Foto: Divulgação/CBF

São Paulo – De humilhada na última Copa de 2014, na qual foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha, para o status de presença antecipada na próxima edição do Mundial. A seleção brasileira pode ser a primeira equipe nacional a garantir participação a Copa da Rússia, em 2018. A honra de ser a primeira a ter a presença confirmada pode vir nesta terça-feira, na próxima rodada das Eliminatórias, ou ser mantida mesmo se as condições matemáticas forem asseguradas apenas em agosto, no compromisso seguinte.

A equipe do técnico Tite, líder na América do Sul, defende uma série de sete vitórias seguidas nas Eliminatórias e pode se classificar nesta terça-feira se vencer o Paraguai e for favorecida com a combinação de outros dois resultados. Será necessário em Quito o Equador perder para a Colômbia e o Chile ser derrotado para a Venezuela, em Santiago, para já em março, com quatro rodadas de antecipação, o Brasil garantir a ida à Rússia.

As Eliminatórias dos outros continentes estão em estágios menos avançados do que as da América do Sul. Até o momento, das 32 participantes na Copa, apenas a Rússia, país-sede, está garantida. Somente o México é quem pode se garantir antes da seleção brasileira, pois lidera a competição nas Américas Central e do Norte com folga e tem três partidas para jogar entre esta segunda-feira e o fim de junho, enquanto o Brasil tem apenas uma no calendário, contra o Paraguai.

Os 30 pontos na classificação dão à seleção brasileira a tranquilidade de ter conquistado um número que sempre foi suficiente para confirmar a presença no Mundial. Para conseguir a presença na Copa sem depender dos resultados do adversários, o Brasil precisa garantir apenas mais duas vitórias. O time de Tite, então, cumpriria as condições matemáticas de vaga na Rússia caso vença as duas próximas rodadas, em que joga em casa.

Por isso, o Brasil pode garantir a presença na Copa somente em agosto, quando recebe o Equador. Ainda assim, o status de primeira seleção classificada também pode ficar com a equipe de Tite, pois o México precisaria de uma combinação de resultados para chegar já garantida à rodada do fim de agosto, apesar de ter dois compromissos em junho em casa, contra Honduras e Estados Unidos.

“Enquanto não definir a classificação, vamos manter os pés no chão. Estamos em um bom caminho. Mas o mais importante é ganhar corpo e confiança para o grande objetivo, que é a Copa do Mundo”, disse o zagueiro brasileiro Marquinhos neste domingo, em entrevista coletiva na Arena Corinthians.