Botafogo derrota o Corinthians em casa

Donos da casa dominaram a partida até os 27 do 1º tempo, quando marcaram o único gol da partida. Resultado deixou os cariocas em 14º, com 38 pontos, paulistas estão em 11º, com 39, perto do Z-4

Agência Estado / redacao@diarioam.com.br

São Paulo – O Botafogo venceu o Corinthians por 1 a 0, nesta segunda-feira (5), no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Ralf, contra, após desviar cabeçada de Rodrigo Lindoso.

Os donos da casa tiveram o controle do jogo até abrir o placar, aos 27 minutos. Com a vantagem, recuaram e esperaram pelo Timão. Os visitantes, porém, não tiveram qualquer criatividade. A única arma foi cruzar na área, o que não foi suficiente. No minuto final, o goleiro Gatito ainda fez um milagre em desvio de Léo Santos.

Com a vitória, o Botafogo se afasta da zona do rebaixamento e soma 38 pontos, agora na 13ª colocação do Campeonato Brasileiro. O Corinthians segue em 11º, com 39, e ainda corre risco de cair para a Série B.

Rodrigo Lindoso comemora o gol da vitória botafoguense sobre o Corinthians (Foto: Paulo Sérgio/Estadão Conteúdo)

Na próxima rodada, os cariocas enfrentarão o Flamengo em clássico, no sábado, às 18h (de Manaus), também no Engenhão. O Timão também terá duelo regional, diante do São Paulo, no mesmo dia, só que às 16h (de Manaus).

O jogo

As equipes demonstraram que não à toa estão na parte de baixo da tabela de classificação. Talvez por causa do mau momento, os dois times priorizaram antes de qualquer coisa a marcação. O Botafogo se arriscou um pouco mais e saiu na frente do marcador. Após cobrança de escanteio, aos 27 minutos, Rodrigo Lindoso cabeçeõu para trás, Ralf tentou afastar o perigo, mas mandou contra a própria meta.

O Corinthians, como de costume, tinha dificuldade para chegar ao ataque. O chileno Ángelo Araos passou a etapa inicial escondido. Os volantes Ralf e Gabriel tentavam fazer a ligação direta para os atacantes, mas o Botafogo apertava a marcação e afastava o perigo.

Pedrinho foi o jogador que mais se movimentou, mas faltava alguém para jogar com ele. Danilo, esforçado, não desempenhou bem o papel de centroavante e sua melhor jogada foi um toque de calcanhar para Fagner, que cruzou na área para ninguém.

Romero não voltou para o segundo tempo por causa de uma pancada no tornozelo esquerdo – Clayson o substituiu. Jair Ventura também tentou dar mais ofensividade com a entrada do centroavante Roger na vaga do volante Gabriel. O time melhorou. Pedrinho seguia buscando o jogo. Os corintianos reclamaram de pênalti não assinalado após Marcinho derrubar Roger sem bola na área.

O Botafogo passou a assustar nos contra-ataques e Rodrigo Lindoso, de cabeça, acertou a trave de Cássio. O Corinthians respondeu e quase empatou no último lance. Léo Santos desviou à queima-roupa e o goleiro paraguaio Gatito Fernández, em seu primeiro jogo após se recuperar de uma lesão no punho esquerdo que o deixou de fora por seis meses, fez milagre para garantir a vitória dos anfitriões.