Com lesão no cotovelo, Prass fica fora de treino da seleção olímpica

São Paulo – O goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, não participa do treino da manhã de desta terça-feira (26) da seleção brasileira. Ele sofreu uma pancada no cotovelo direito na atividade da tarde de segunda-feira na Granja Comary e está sendo poupado. A contusão do jogador de 38 anos não é grave e a príncipio a comissão técnica não está preocupada.

O cotovelo que Prass machucou é o mesmo que ele operou em 2014, depois de se machucar num jogo do Palmeiras com o Flamengo, que venceu por 4 a 2, no Maracanã, em 4 de maio daquele ano. Na ocasião, ele ficou pouco mais de cinco meses fora do time.

Desta vez, segundo informações da CBF, ele sente dores no local e foi preservado dos treinamentos desta terça-feira apenas por precaução. Está fazendo tratamento e será reavaliado pelo médico André Pedrinelli e pelos fisioterapeutas da seleção olímpica.

A presença de Prass no amistoso de sábado, contra o Japão, em Goiânia, está garantida, a princípio.

Mas se a lesão de agravar ou exames mais profundos indicarem necessidade de corte – o que é descartado neste momento pela CBF -, o substituto de Prass terá de sair da lista de 35 jogadores elaborada pela entidade para o caso de eventuais baixas. Essa regra vale até o dia 3 e há três goleiros na relação. Os nomes não foram revelados oficialmente, mas Jean (Bahia) e Jordi (Vasco) foram relacionados.

Se houver necessidade de cortede um goleiro por contusão após o dia 3, apenas Jean poderá ser chamado.