Fetriam lança calendário com quatro provas e com meta de Sprint Triathlon, em Novo Airão

Entidade agora trabalha para realizar uma prova na região metropolitana da capital. Primeira prova da entidade será no dia 30 de março na modalidade Aquathlon, onde o participante apenas nada e corre

Antônio Barros Jr. / vencer@diarioam.com.br

Manaus – A Federação de Triathlon do Amazonas (Fetriam) lançou, oficialmente, nesta sexta-feira (25), o calendário de provas para a temporada 2019. Com quatro eventos confirmados, a entidade agora trabalha para realizar uma prova na região metropolitana da capital. E a primeira prova da entidade será no dia 30 de março na modalidade Aquathlon, onde o participante apenas nada e corre.

Ainda no primeiro semestre de 2019, no dia 1º de junho, a federação organiza uma prova de Sprint Trhiathlon. Dois meses depois, no dia 31 de agosto, o Duathlon, prova que onde o participante pedala e corre, rouba a cena e no dia 16 de novembro está prevista um evento de Sprint Triathlon, em Novo Airão. A iniciativa de intercalar as modalidades no calendário, segundo o presidente da Fetriam, o engenheiro civil Leandro Moreira, é para atrair adeptos de outros esportes para a modalidade.

Fetriam lançou, oficialmente, nesta sexta-feira (25), o calendário de provas para a temporada 2019. (Foto: Alcides Neto/Fetriam)

“Algumas pessoas ainda não conseguem nadar. Outras ainda não tem sua bicicleta. Então, resolvi fazer um calendário onde todo mundo pudesse participar. Queremos inserir corredor que pode praticar o esporte de uma maneira ou de outra”, explicou.

Moreira ainda informou que para participar dos campeonatos é preciso estar federado, filiação essa obtida diretamente no site da Confederação Brasileira da modalidade, a CBTri. “A gente lembra que quem não se filiar, até participa. Mas não soma pontos para o ranking nacional. Então, quem quiser se filiar, precisa acessar o site da confederação e preencher sua filiação. É tudo feito pela confederação”.

Com quase um ano a frente da entidade, Leandro comemora com números invejáveis. Com 300 atletas filiados, a Fetriam, atualmente, caminha com as próprias pernas. “Recebemos a federação da maneira mais correta possível. Hoje, no País, mais de 95% das federações estão no vermelho. E eu posso dizer que nós encerramos 2018 e começamos 2019 no azul”, encerrou o dirigente.