Flamengo bate Galo e retoma a ponta isolada

Com a vitória, por 1 a 0, sobre o Atlético-MG, no sábado, e o tropeço do Corinthians, time carioca voltou à liderança pelo fechamento da sétima rodada

Estadão Conteúdo

Belo Horizonte – Com um gol de Everton Ribeiro, aos 34 minutos do segundo tempo, o Flamengo venceu o Atlético-MG, por 1 a 0, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, no último sábado (26), pela sétima rodada, e reassumiu a liderança que estava com o rival alvinegro.

Agora com 14 pontos, o Flamengo segue como líder isolado pelo fechamento da rodada, já que o Corinthians perdeu para o Internacional, ontem, em Porto Alegre. O Atlético-MG, que estava no topo, primeiro viu o Fluminense o ultrapassar mais cedo com a vitória sobre a Chapecoense, no sábado, e com a derrota para o Fla caiu para a terceira colocação, com 13 pontos.

Everton Ribeiro foi o autor do gol do triunfo do Flamengo, longe de casa (Foto: Staff Images/Flamengo)

Na próxima rodada, o Flamengo entrará em campo, nesta quinta-feira, feriado de Corpus Christi, contra o Bahia, no Maracanã, no Rio.

Mas apesar da vitória, o Rubro-Negro tem de agradecer à boa fase do seu sistema defensivo e contar com a sorte de ver os atacantes do Atlético-MG desperdiçarem reais chances de gol durante a partida. Com mais posse de bola e uma postura bem mais agressiva, o time mineiro teve maior presença no ataque. No primeiro tempo, Alerrandro – que jogou de última hora no lugar de Ricardo Oliveira, com virose – perdeu uma boa oportunidade, Róger Guedes mandou uma bola no travessão e Gustavo Blanco viu seu chute parar na boa defesa do goleiro Diego Alves.

O clube carioca se limitou às tentativas de Vinícius Júnior. Com Diego e Everton Ribeiro apagados no meio de campo, coube ao garoto tentar armar algum contra-ataque. No primeiro tempo, ele tentou encobrir Victor, mas pegou mal na bola e o goleiro defendeu. Na segunda etapa, aos 34 minutos, foi letal. Em contragolpe rápido pelo meio, roubou a bola do lateral-direito Emerson, entrou na área e tocou para Everton Ribeiro apenas empurrar para o gol.

Em desvantagem, bateu o desespero no Atlético-MG. O nervosismo atrapalhou e a falta de sorte se fez presente mais uma vez no final. Até com Victor na área flamenguista, Gabriel acertou o travessão de Diego Alves, já nos acréscimos.