Flamengo usa equipe mista contra o Avaí

Técnico do Rubro-Negro, Reilnaldo Rueda, decidiu poupar a maioiria dos titulares no compromisso da Série A devido à finalíssima da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira

Agência Estado/vencer@diarioam.com.br

Rio de Janeiro – O Flamengo deve entrar em campo com um time misto, hoje, às 18h (de Manaus), para enfrentar o Avaí, na Ilha do Urubu, pela 25ª rodada do Brasileirão. Isso porque a prioridade no momento está na decisão da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, no Estádio Mineirão, na próxima quarta-feira (27).

Fla ainda precisa brigar para seguir no G-6 como precaução para ‘Liberta’ (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

A principal novidade no duelo deste final de semana será o retorno do lateral-esquerdo Renê, que está recuperado de lesão. Ele deve ser um dos poucos considerados titulares em campo. A intenção do treinador é de que o jogador ganhe ritmo para atuar no duelo decisivo no meio de semana. O Fla terá uma dura missão pela Copa do Brasil, já que empatou o jogo de ida, em casa, por 1 a 1.

Diante do Avaí, neste sábado, outro titular que pode aparecer é Éverton Ribeiro. Nos treinos ao longo da semana, o técnico colombiano Reinaldo Rueda alternou a presença dele com a de Geuvânio. Um dos dois começará entre os 11, sendo que nenhum deles pode atuar na Copa do Brasil. Já Mancuello deve ganhar a primeira chance de começar uma partida com Rueda.

Apesar de estar mais preocupado com a finalíssima da Copa do Brasil, o Flamengo ainda precisa se concentrar no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro ocupa atualmente a quinta colocação, com 38 pontos, e está apenas um de deixar o G-6, o grupo dos classificados para a Copa Libertadores de 2018.

Caso não vença a Copa do Brasil ou a Copa Sul-Americana, na qual está nas quartas de final e pegará o Fluminense, o Flamengo precisará estar entre os seis da Série A para disputar a Libertadores do próximo ano.

Já o Avaí vem de uma sequência de seis jogos sem perder no Brasileiro e tentará manter a boa fase, hoje, na casa do adversário, no Rio de Janeiro. O time catarinense coleciona três vitórias e três empates nos últimos compromissos.

Mas o Avaí não tem muito o que comemorar por estar em 13º lugar na classificação, com 29 pontos, a apenas dois de distância da zona de rebaixamento. Ou seja, um eventual tropeço pode colocar a equipe entre os quatro piores ao término desta rodada.

“A gente não pode nem pensar em não conquistar ponto no Rio. Está todo mundo próximo ali embaixo. O segredo é não voltar para a zona de rebaixamento. Tem que fazer agora, não ficar esperando”, disse o técnico Claudinei Oliveira.

O treinador também avisou que manterá a equipe que vive boa fase sem alterações. A exceção fica pelo retorno do meia Juan, recuperado de problema muscular. Ele entra na vaga de Willians. O restante do time é o mesmo que empatou, por 1 a 1, com o Atlético-MG, no último domingo, em Florianópolis.

“A manutenção da equipe é importante, evitar mudanças e ter tolerância com erro do atleta”, disse o treinador.