Flamengo vence Sport, assume vice-liderança e mira Palmeiras em luta por título

O time carioca atingiu os 66 pontos e diminuiu a distância para cinco pontos em relação ao Palmeiras, que lidera o torneio com 71

Estadão Conteúdo / redacao@diarioam.com.br

Rio de Janeiro – O Flamengo voltou à vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao vencer o Sport, por 1 a 0, na tarde deste domingo (18), na Ilha do Retiro, em Recife (PE), pela 35.ª rodada. O time carioca atingiu os 66 pontos e diminuiu a distância para cinco pontos em relação ao Palmeiras, que lidera o torneio com 71. A equipe treinada por Dorival Junior acabou beneficiado pela vitória do Botafogo sobre o Internacional, também pela contagem mínima, no Engenhão. O time gaúcho caiu para terceiro, com 65 pontos.

Outra vez o Flamengo não teve uma boa atuação, mas cresceu, justamente, quando perdeu Lucas Paquetá, expulso, aos 15 minutos do segundo tempo. O gol da vitória foi marcado por Willian Arão, aos 36 minutos da etapa final. O Sport, que luta contra o rebaixamento, segue com 38 pontos, em 15.º lugar.

O jogo

Depois de um início amarrado, com muitos toques laterais, o Sport chegou à frente com perigo aos 13 minutos num cobrança de falta de Michel Bastos. Ele encobriu a barreira, mas César saltou bem e rebateu. O Sport tentava explorar mais o setor esquerdo do ataque, uma vez que o zagueiro Léo Duarte foi improvisado como lateral-direito do Flamengo, com as suspensões de Rodinei e Pará. Michel Bastos e Mateus Gonçalves insistiam por aquele setor.

O Flamengo também explorava o lado esquerdo do ataque, com os avanças de Renê que ficou mais livre para atacar e apoiar Vitinho. Numa troca de bola entre eles, aos 21 minutos, Vitinho chutou e Mailson caiu no chão e espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Renê apareceu na pequena área e Mailson espalmou por cima.

No mesmo caminho, já aos 44 minutos, Vitinho invadiu a área e chutou em direção à pequena área. O zagueiro Ronaldo Alves tentou aliviar, mas a bola tocou nele, subiu e ainda resvalou no travessão. Quase um gol contra.

No intervalo, o técnico Dorival Júnior exigiu uma mudança de postura do Flamengo. Ele queria mais agressividade e disposição no ataque, algo necessário pra um time que ainda sonha em ser campeão. Só não combinou com o Sport, que manteve sua marcação alta e sem dar espaço para o time carioca criar as jogadas ofensivas.

Flamengo vence Sport, assume vice-liderança e mira Palmeiras em luta por título (Foto: Reprodução/Facebook-Flamengo)

Aos 13 minutos, Dorival Júnior sinalizou mudança em dose dupla com as entradas de Éverton Ribeiro e Berrío. Mas aos 15 minutos, Luca Paquetá foi expulso ao cometer falta violenta, por trás, em cima de Ernando. Poucos minutos antes ele tinha sido advertido com o cartão amarelo. Imediatamente, o técnico segurou suas trocas, mas as confirmou aos 17 minutos com as saídas, respectivamente, do apagado Geuvânio e do centroavante Henrique Dourado, que não recebeu bola lá na frente.

O jogo ficou morno por muitos minutos, até que num contra-ataque o Flamengo quase abriu o placar. Éverton Ribeiro desceu pela direita, cruzou e Berrío cabeceou na trave. De forma caprichosa, a bola voltou nas mãos de Maílson. No minuto seguinte, o Sport deu susto. Fellipe Bastos arriscou de longe e César se esticou para fazer grande defesa.

Aos 35 minutos, Milton Medes mexeu no time da casa. Tirou o meia Michel Bastos para a entrada do atacante Matheus Peixoto. Era uma tentativa de tirar proveito da vantagem numérica em campo. Não deu tempo, porque aos 36 minutos o Flamengo fez seu gol. Vitinho cobrou escanteio e Willian Arão se antecipou ao goleiro Mailson para desviar de cabeça.

Depois disso, aconteceu o esperado. O Flamengo recuou, se fechou e nem tentou contra-atacar. O Sport ainda buscou o empate na base da pressão, mas não conseguiu finalizar com perigo. A verdade é que o Flamengo só mostrou raça e disposição após a expulsão de Paquetá. Foi o suficiente para vencer.

Na 36.ª rodada, o Sport vai sair diante da Chapecoense, quinta-feira, às 21 horas, em Santa Catarina, num duelo entre times ameaçados pelo rebaixamento. Na quarta-feira, às 21h45, o Flamengo recebe no Maracanã o Grêmio, outro time que luta pelas primeiras posições.