Futebol busca bronze e vôlei luta pela final

Das Agências

São Paulo e Rio de Janeiro – Se a sonhada medalha de ouro não vai vir, as jogadoras da Seleção Brasileira de Futebol buscarão, nesta sexta-feira, às 12h (de Manaus), na Arena Corinthians, o prêmio de consolação: a medalha de bronze. Para isso, as meninas do Brasil terão que superar o Canadá. Mas tarde, às 16h30, no Maracanã, Suécia e Alemanha disputarão o ouro.

As duas seleções já se enfrentaram diversas vezes nos últimos anos. Em 2015, foram três confrontos: pelos Jogos Pan-Americanos e duas pelo Torneio Internacional de Natal, com três vitórias para a Seleção Brasileira. Neste ano, mais três jogos, pela Copa Algarve e dois amistosos: duas derrotas e uma vitória. “Já jogamos contra muitas vezes. É um time muito competitivo, que conquistou bons resultados nessa competição. É uma equipe que busca o jogo mas se defende muito bem também”, avaliou o técnico Vadão.

O treinador admite que a disputa do bronze tem clima de frustração após a grande campanha da equipe na competição, lotando os estádios por onde passou- Nilton Santos, no Rio de Janeiro, Arena da Amazônia, em Manaus, Mineirão, em Belo Horizonte, e o Maracanã, no Rio de Janeiro. “Estamos muito chateados com a derrota, o que é normal, mas vamos pensar no jogo contra o Canadá. Temos uma importante partida, pois subir ao pódio nos Jogos Olímpicos é uma honra”, disse o técnico.

Brasil x Rússia na quadra

Além da Seleção masculina de futebol, que enfrenta a Alemanha, amanhã, no Maracanã, o vôlei masculino é o outro esporte coletivo que poderá disputar o ouro nesta reta final dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Para isso, a equipe do técnico Bernardinho terá que superar a forte seleção da Rússia, hoje, às 21h15 (de Manaus), no Maracanãzinho. O encontro será a reedição da final olímpica de quatro anos atrás, quando os russos viraram o jogo e venceram os brasileiros por 3 sets a 2.

O Brasil chega para a semifinal com três vitórias e dois resultados negativos na fase classificatória, pelo Grupo A, e depois de bater a Argentina na fade de quartas de final. A Rússia teve quatro resultados positivos e perdeu um jogo na primeira fase e, na rodada passada, levou a melhor sobre o Canadá. A outra semifinal será entre Estados Unidos e Itália, que se enfrentarão também na sexta-feira, às 12h.

O Brasil chega para a semifinal com o maior pontuador do torneio olímpico masculino de vôlei. O oposto Wallace tem 109 pontos marcados em seis jogos. Foram 101 de ataque, três de bloqueio e cinco de saque. Os números, segundo Wallace, não são o primordial. “Só se ganha um jogo e, principalmente uma Olimpíada, com o grupo todo. Nós estamos provando que temos os 12 jogadores preparados para quando for preciso e assim que vamos continuar”, disse.