Goleiro do Manaus FC tem em casa a base para voos mais altos no ano

Jonathan Queiroz, arqueiro do time, aposta na família e nos filhos para levar o Esmeraldino às glórias

Natasha Pinto / vencer@diarioam.com.br

Manaus – “Um ano inesquecível”. É assim que o arqueiro do Manaus FC, Jonathan Queiroz, 26, define a sua última temporada pelo Gavião do Norte. Na apresentação do elenco, realizada no início do mês, o jogador falou sobre a sua perspectiva para a temporada. O clube irá disputar o Campeonato Amazonense, a Copa do Brasil, a Copa Verde e a Série D do Campeonato Brasileiro.

“É uma alegria poder estar mais um ano no Manaus. Para mim, é como se fosse sempre a primeira vez. Procurei aprender com os erros que cometi no ano passado e esse ano quero fazer muitas coisas que precisavam ser feitas de maneira diferente. Tudo que for necessário fazer para que possamos sair vitoriosos e cumprindo todos os objetivos estaremos fazendo”, afirmou o goleiro.

Jonathan encontra forças para ter bons resultados no campo dentro de casa com a família (Foto: Arquivo pessoal)

No fim de abril de 2018, Jonathan recebeu uma proposta do Juventus (SC), e por um tempo aceitou o convite da equipe sulista. Mas depois de um conversa com a diretoria, regressou para o manauense esmeraldino. Sobre o acontecimento, o atleta confessou os reais motivos que o fizeram ficar no clube.

“Muitos fatores fizeram com que eu permaneça aqui. Minha esposa e minha família estão aqui. Eu não conseguiria ficar longe. E também porque eu tenho o sonho de como um bom amazonense, ajudar um time local a voltar a ser reconhecido no País, a disputar uma série C, B até mesmo a Série A. E se fosse o Manaus, com toda essa torcida apaixonada, isso me deixaria muito orgulhoso. Estou levando isso como objetivo pessoal”, confessou o jogador.

Amuletos da Sorte

Quem vê o desempenho do goleiro nos treinos e nos jogos, não imagina que arqueiro do Gavião do Norte já teve que viver momentos em que precisou de muita resiliência.

Esposa do goleiro há cinco anos, Deborah Melo conta que o marido precisou de muito apoio quando a primeira filha do casal, a Lívia, foi diagnosticada com gastrosquise, nascendo com parte do estômago e do intestino fora da parede abdominal.

“Foi um choque para todos nós. Apesar de muito novo e com um tempo muito curto entre treinos e jogos, o Jonathan conseguiu superar a preocupação que tinha em nos deixar em casa. Mas graças a Deus nossa filha está bem e saudável”, disse Deborah.

Recentemente, o arqueiro, natural de Alvarães, foi pai do segundo filho, Jonathan Júnior, carinhosamente apelidado de ‘JJ’. A homenagem foi ideia da esposa, em gratidão ao companheirismo do marido.

“Meu marido é um homem muito exemplar, tem um caráter excepcional, é um grande profissional e humilde. Nada mais justo que homenageá-lo da forma mais linda, dando seu nome ao nosso segundo filho e já mostrar ao Júnior seu maior exemplo. Desta forma eu quis que tivessem mais essa ligação entre os dois”, explicou emocionada.
Pai pela segunda vez, Jonathan não esconde a felicidade com a chegada do filho mais novo e garantiu que irá entrar com os dois filhos no colo. “Com certeza vou levá-lo para os jogos. Já falei até com a minha esposa, a Deborah, que vou entrar com o JJ de um lado e com a Lívia do outro na final do Amazonense, como também nos jogos decisivos. Tenho certeza que meus filhos serão meus amuletos da sorte”, concluiu.

Jonathan teve atuações de destaque ao longo da última temporada (Foto: Eraldo Lopes)