Iranduba perde e pega o Fla no ‘mata-mata’

Derrota para o Kindermann-SC, na Arena da Amazônia, custou ao time amazonense a perda do primeiro lugar no Grupo A1 do Brasileiro, o que obrigará o Hulk a enfrentar o Flamengo, nas quartas

Thiago Fernando/vencer@diarioam.com.br

Derrota Equipe do Iranduba foi dominada pelo Kindermann, na Arena.  Foto: Michael Dantas/AllSports Divulgação

Manaus  –  Em uma tarde pouco inspirada, o Iranduba sucumbiu para o Kindermann-SC, por 2 a 0, na Arena da Amazônia, perdendo a invencibilidade em casa no fechamento da primeira fase do Campeonato Brasileiro Feminino de Futebol. Com o resultado negativo, a equipe amazonense passou para as quartas-de-finais em segundo lugar no Grupo A1 com 36 pontos e vai encarar o Flamengo no mata-mata.

Consciente da má partida de suas atletas, o técnico Sergio Duarte afirmou ser preciso colocar os pés no chão e focar na próxima partida da competição. “Fica de lição que o nosso time não pode se acomodar com o que conseguimos. Vimos hoje que o nosso time assistiu o Kindermann jogar pela classificação. Salientei que a motivação deles estava muito alta. Até iniciamos bem, mas pegamos um gol de pênalti e o segundo gol inesperado. Infelizmente, a nossa equipe não foi a mesma dos jogos passados. Mas estamos classificados. Não é essa derrota que fará o Iranduba a pior equipe do campeonato”, disse.

O Jogo

Logo aos quatro minutos, a goleira Bárbara teve que trabalhar para evitar o primeiro gol das donas da casa. O Hulk chegou com perigo com a camisa 9, Vitória, que finalizou colocado no canto esquerdo da arqueira do Kindermann-SC que espalmou para escanteio.

A resposta das catarinenses veio aos 14 minutos com Duda. A atacante passou por Sinara e cruzou em direção à centroavante Catyellen, que estava livre na pequena área. Porém, mostrando poder de reação, a defensora Sorriso conseguiu desviar o cruzamento, tirando o perigo da área do Iranduba.

A jogada fez com que o jogo ganhasse emoção e acordou as líderes da primeira fase. Com muita velocidade, o Iranduba quase abriu o marcador com uma bela jogada aos 19 minutos. A jogada começou com Vitória na esquerda. A camisa 9 rolou para Dany Helena, que abriu o jogo para Kamila na ponta direita. A rápida atacante passou por duas marcadoras e cruzou rasteiro para Dany, que concluiu de letra, obrigando a goleira Bárbara, titular da Seleção Brasileira, a mostrar reflexo para impedir o gol.

Contando com uma falha da zagueira Karen, o Kindermann-SC chegou com perigo, aos 36 minutos, com Catyellen. A camisa 11 recebeu dentro da área e finalizou cruzado, mas Rubi conseguiu desviar para escanteio.

Melhor em campo, o Kindermann abriu o marcador, aos sete minutos da segunda etapa com a ex-lateral do Iranduba Bruna Calderon, cobrando pênalti sofrido pela atacante Duda.

Melhor jogadora da partida, Duda ampliou o marcador aos 16 minutos. A camisa 17 completou de voleio cruzamento feito pela lateral Bruna Calderon da esquerda. A bola entrou no ângulo esquerdo, tirando todas as possibilidades de defesa da goleira Rubi.

Com o prejuízo no placar, o Iranduba buscou o ataque. Apesar disso, sem criatividade, o time amazonense se viu preso na marcação do adversário.

A única chance de gol aconteceu aos 40 minutos, quando Djeni, dentro da grande área, finalizou fraco nas mãos de Bárbara.