Liderança em jogo para Grêmio e Corinthians

Tricolor e Timão são os melhores times da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e se enfrentam na arena do time gaúcho, em Porto Alegre

Das Agências/redacao@diarioam.com.br

Técnicos em Alta Renato Gaúcho e Fábio Carille comandam os melhores times do Campeonato Brasileiro até aqui. Foto: Divulgação/Grêmio

Porto Alegre – Grêmio e Corinthians fazem o principal jogo da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, às 15h (de Manaus). O confronto vale a liderança, ocupada pelo Timão, que tem um ponto a mais que o Tricolor gaúcho (23 a 22).

Não à toa os dois times estão na ponta do campeonato. O Corinthians tem a melhor defesa, com apenas cinco gols sofridos. Por outro lado, o Grêmio ostenta o melhor ataque, com 23 gols marcados.

A missão do time gaúcho para tomar a liderança do time paulista é ser o primeiro a derrotar o Corinthians no Brasileiro. Isso porque o Timão tem sete vitórias e dois empates em nove partidas. Fora de casa, conseguiu três vitórias e um empate.

Para obter êxito, o Grêmio conta com um fator importantíssimo no histórico do confronto entre os dois times: sua arena. Os paulistas nunca venceram no novo estádio tricolor.

Inaugurada em dezembro de 2012, a arena gremista receberá o Timão pela sexta vez: nas outras cinco, foram quatro vitórias dos donos da casa e um empate por 0 a 0, com gosto amargo, já que marcou a eliminação do Timão da Copa do Brasil de 2013. No jogo em questão, Alexandre Pato perdeu pênalti de cavadinha contra Dida, nas quartas de final.

Apesar do clima de ‘decisão’ que cerca o jogo, o técnico do Corinthians, Fábio Carille, minimizou a importância do duelo para o campeonato. “Não encaramos o jogo como uma final porque não é uma final, é diferente. Final nós fizemos contra a Ponte (Preta, no Campeonato Paulista) e tem outros campeonatos que têm mesmo uma decisão. Vamos lá para fazer um jogo inteligente. E quem quer buscar coisas grandes tem que encarar todo jogo como uma decisão”, comentou o treinador.