Lutador representa Manaus em Europeu de Jiu-Jitsu

Nakay é faixa preta e já tem 23 anos praticando a modalidade. Entre os seus principais feitos está o bicampeonato pelo Manaus International Open de Jiu-Jitsu

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Manaus já tem representante garantido em uma das principais competições de jiu-jitsu do mundo, o European IBJJF Jiu-Jitsu Championship. Trata-se de Paulo André Lobato, 37, mais conhecido como André Nakay, que contará com apoio da Prefeitura de Manaus em busca da medalha de ouro na competição a ser realizada entre os dias 14 a 21 de janeiro, em Lisboa, Portugal.

Professor da arte suave, Nakay é faixa preta e já tem 23 anos praticando a modalidade. Entre os seus principais feitos está o bicampeonato pelo Manaus International Open de Jiu-Jitsu. Ele afirma que a preparação está forte para conquistar o posto mais alto no pódio.

O lutador André Nakay com o titular da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer, João Carlos (Foto: Hugo Fernando/Semjel)

“O campeonato europeu, realizado pela Federação Internacional de Jiu-Jitsu, é um campeonato difícil, o nível é muito alto. Porém, eu venho de vários títulos aqui em Manaus e acredito que farei boas lutas e irei trazer para a nossa cidade mais essa medalha de ouro com certeza”, contou o lutador.

Ele destacou, ainda, que a expectativa está grande para sua primeira competição internacional e aproveitou para agradecer o apoio da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel). A vitória no Europeu de Jiu-Jitsu garante vaga no mundial da modalidade a ser realizado em junho, em Long Beach, Califórnia, Estados Unidos.

“Primeiramente, sou grato à Prefeitura de Manaus, ao nosso prefeito Arthur Virgílio Neto. Na minha vida profissional, vai ser muito importante representar o nosso Estado em uma competição internacional. Quero ressaltar que é difícil ser esportista, porém a secretaria (Semjel) está para atender a necessidade do esportista local. Quero agradecer todo o apoio que tenho tido na minha caminhada nessa competição internacional, que é a primeira da minha carreira”, disse.