Manaus FC aprova novo formato de disputa do campeonato amazonense

A primeira reunião do Conselho Arbitral para discutir a competição de 2019, realizada na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF), aconteceu no último sábado (10)

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O presidente do Manaus FC, Giovanni Silva, aprovou a mudança no formato de disputa para o Campeonato Amazonense da próxima temporada, proposta, no último sábado (10), na primeira reunião do Conselho Arbitral para discutir a competição de 2019, realizada na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF). O Gavião do Norte foi um dos cinco clubes que votou favorável a alteração.

“Durante a reunião, o presidente da FAF consultou o TJD-AM para saber se haveria problema em mudar a forma de disputa, já que o Estatuto do Torcedor diz que um campeonato deve ter o mesmo formato por, no mínimo, dois anos consecutivos. Como esse foi atípico, por conta da Copa do Mundo, o que nos obrigou a realizar uma competição de tiro curto, ele não viu empecilhos e garantiu a legalidade da mudança. Nós votamos a favor de um novo formato de disputa, parecido com o dos anos anteriores, mas com algumas alterações”, explicou Silva, que compareceu a reunião ao lado do diretor de futebol do Manaus FC, Rodrigo Novaes.

Os últimos detalhes para o Campeonato Amazonense 2019 serão definidos na próxima reunião do Conselho Arbitral, marcada para terça-feira (13) (Foto: Divulgação)

De acordo com o presidente do Gavião, o formato aprovado terá dois turnos em que todos duelam contra todos. Os quatro melhores colocados ao fim de cada turno avançam à semifinal – que será definida em jogo único, assim como a decisão –, onde os dois melhores jogam com a vantagem do empate. Os campeões de cada turno garantem participação na Copa do Brasil e na Série D do Campeonato Brasileiro de 2020 e disputarão a finalíssima do Amazonense em duas partidas (se o campeão dos dois turnos for a mesma equipe, esta fase não será disputada).

“Caso uma dessas equipes ou as duas sejam do interior, independentemente de quem tiver feito a melhor campanha no geral, o segundo jogo da decisão obrigatoriamente será realizado em Manaus. Por fim, o campeão fica com a vaga direta na Copa Verde e o vice disputará a preliminar da competição”, pontuou o dirigente.

Indefinido

A mudança de formato foi a mais significativa alteração aprovada pelos clubes na reunião de ontem. Durante o encontro, foi debatido também a possibilidade de extinguir o descenso e, por consequência, acabar com a Série B do Campeonato Amazonense a partir de 2019, proposição rechaçada pelo Manaus FC, que já se posicionou contrário a tal ideia. Outra discussão em aberto é a data para o início do Estadual, ponto em que não houve consenso, mas que será colocado em votação três opções: 21 de janeiro, 26 de janeiro ou 2 de fevereiro.

Os últimos detalhes para o Campeonato Amazonense 2019 serão definidos na próxima reunião do Conselho Arbitral, marcada para terça-feira (13), na sede da FAF, às 15h.