Poder de fogo à prova contra o lanterna

Com o melhor ataque do Campeonato Brasileiro Feminino, o Iranduba encara uma das piores defesas, neste domingo, no Estádio da Colina, para defender a liderança do Grupo 1

Diogo Rocha/vencer@diarioam.com.br

Foto: Eraldo Lopes

Manaus – Líder do Grupo 1 da Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino pelo critério de gols marcados, o Iranduba da Amazônia defende a ponta da tabela, em casa, neste domingo, a partir das 17h, contra o Vitória-PE, no Estádio Ismael Benigno – a Colina -, em Manaus, com a disputa paralela com o vice-líder Corinthians.

Ao lado do Timão e do Rio Preto (SP), que lidera o Grupo 2 com 12 pontos, o Verdão segue como uma das três únicas equipes com 100% de aproveitamento. Com quatro vitórias em quatro jogos, o clube amazonense apresenta o melhor ataque do Brasileirão, com 14 gols marcados, um a mais que o Corinthians e três a mais que o Rio Preto.

O poder de fogo do Iranduba, dentro e fora de Manaus, tem melhorado a cada rodada. Após o 2 a 0 sobre o Kindermann-SC, na abertura da competição, e 2 a 1 sobre o São Francisco-BA, as jogadoras do Verdão deslancharam na pontaria, com duas goleadas em sequência: 6 a 2 sobre o Audax-SP, em Osasco (SP), e 4 a 0 diante do Grêmio-RS, em Manaus, na quarta-feira passada.

Sem muito tempo para descansar o grupo do Iranduba, o técnico Sérgio Duarte voltou aos treinos, na última sexta-feira. Para o rendimento não cair, e nem o entrosamento, a escalação deve ser a mesma dos últimos três jogos. A atacante Kelen, irmã gêmea da zagueira titular Karen, tem aproveitado as oportunidades, quando entra em campo.

Nas duas goleadas seguidas do Hulk da Amazônia no Brasileiro, Kelen balançou as redes adversárias. Nos 6 a 2 sobre o Audax, Kelen entrou, aos 43 minutos do segundo tempo, e demorou apenas dois minutos para fechar o placar elástico da equipe. Diante do Grêmio, a atacante demonstrou, novamente, faro de gol. Kelen tinha acabado de substituir Glaucia, quando fez o terceiro dos quarto gols do Iranduba na partida, aos 19 minutos da etapa final.

Mesmo com o bom aproveitamento, Kelen não pensa na titularidade. “Para mim, ser titular não é mais importante que a união do grupo. Eu estou treinando, entrando nos jogos e fazendo a minha parte para ajudar a equipe”, afirmou.

Autora do segundo gol sobre o Tricolor Gaúcho, a atacante Dany Helena está confiante em uma boa campanha do Verdão. “Quando eu recebi o convite do Iranduba, sabia que vinha para uma equipe que iria lutar pelo título”, disse.

E sobre o próximo adversário na competição, o Vitória, que divide a lanterna do Brasileiro com o São Francisco-BA, após três derrotas e um empate, Helena desconhece a forma de jogar. “No ano passado, enfrentei o time do Vitória, mas é uma equipe que mudou muito. Particularmente, não conheço muito bem a equipe, mas vamos para cima”, prometeu.

E apesar da campanha invicta do Iranduba, o técnico Sérgio Duarte espera um jogo difícil. “Não podemos perder a humildade e os pés no chão, porque no futebol e na vida uma hora você ganha e perde”, disse o treinador.

Comentários via Facebook