Princesa derruba tabu de 4 anos no AM

Desde 2013 um clube do Amazonas não estreava com vitória no Campeonato Brasileiro. Nunca um time do Estado que triunfou na primeira rodada deixou de passar de fase

Thiago Fernando/redacao@diarioam.com.br

Foto: Eraldo Lopes

Manaus – Após quatro anos, um time do Amazonas iniciou a Série D do Campeonato Brasileiro com vitória. O resultado de 3 a 0 sobre o Real Desportivo-RO deu ao Princesa do Solimões o primeiro lugar do Grupo A1. Curiosamente, nenhum clube do Estado ficou fora da segunda fase da competição, após estrear com os três pontos.

A última vitória de um time amazonense na primeira rodada havia ocorrido em 2013, quando o Nacional superou o Náutico-RR, por 2 a 1, fora de casa. Na ocasião, o Leão acabou a fase classificatória na liderança do Grupo 1, que tinha Gênus-RO, Paragominas-PA, Plácido de Castro-AC e o Naútico-RR.

Antes disso, quem estreou vencendo foi o América. Os comandados do técnico Sérgio Duarte atropelaram o Cristal-AP, por 3 a 1, no antigo Estádio Vivaldo Lima. No final, o ‘Mequinha’ avançou como segundo colocado, atrás do Remo-PA.

Um ano antes, em 2009, na edição inaugural da Série D, o Nacional venceu o Atlético-RR, por 1 a 0. Na época, o Grupo 1 contou com apenas três clubes. Nacional e Gênus se classificaram para o ‘mata-mata’.

Nos últimos três anos, apenas o Princesa do Solimões conseguiu se classificar, mesmo não estreando com vitória.  No ano passado, comandado pelo técnico Zé Marco, o time terminou em primeiro lugar no Grupo A2, que tinha o Baré-RO, Palmas-TO e São Francisco-PA.

O outro representante do Amazonas na Série D, o Nacional, foi eliminado no Grupo A1, composto também por Atlético-AC, Gênus-RO e Trem-AP. Na primeira rodada, o Leão perdeu para o Gênus, por 1 a 0.

Em 2015, o Nacional empatou com o Naútico-RR, em Boa Vista, e terminou em terceiro no Grupo A1. Já em 2014, foi a vez do Princesa cair na primeira fase.

Chave virada

Classificados para as semifinais do Campeonato Amazonense, Princesa e Fast entram em campo, na quarta-feira(24). Às 16h, no Estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, o Tubarão irá encarar o Nacional.

À noite, às 20h, Manaus FC e Fast se enfrentam no Estádio Carlos Zamith, no Coroado, zona leste da capital. Os jogos de volta serão nos dias 31 deste mês e 1º de junho.

Autor de dois gols, no último domingo, na Série D, o atacante Weverton afirmou que a atuação foi importante para  a equipe, principalmente, pelo elenco reduzido do Princesa.

“A felicidade é imensa, principalmente, porque passei um certo tempo sem marcar, e consigui, na estreia do Brasileiro. Isso é muito importante, ainda mais que a nossa equipe está com um elenco muito reduzido. Contra o Nacional, é uma partida totalmente diferente. É outro campeonato e o astral também é outro. Creio que, dentro de casa, vamos nos superar e sair de campo com a vitória”, disse o atacante.