Real Madrid confirma que Vinícius Júnior rompeu ligamentos do tornozelo direito

A lesão ligamentar do jogador vai tirá-lo dos dois próximos amistosos da Seleção Brasileira, contra o Panamá, no dia 23 de março, e diante da República Checa, no dia 26

Agência Estado / redacao@diarioam.com.br

São Paulo – O Real Madrid anunciou, na manhã desta quarta-feira (6), que o brasileiro Vinícius Júnior rompeu os ligamentos da “articulação tibiofibular” do seu tornozelo direito. O atacante se lesionou durante a derrota por 4 a 1 para o Ajax, sofrida nesta terça-feira (5), na Espanha, pela Liga dos Campeões da Europa, e exames confirmaram a extensão da lesão, que acabou sendo mais grave do que o próprio jogador esperava.

Ele se machucou aos 31 minutos do primeiro tempo do duelo ao tentar finalizar para o gol uma oportunidade ofensiva de sua equipe, que então já perdia por 2 a 0 a partida válida pelas oitavas de final da competição continental, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

O atleta de 18 anos chegou a dizer, após o confronto com o time holandês, que os médicos do Real lhe tranquilizaram sobre a situação do seu tornozelo direito, mas exames realizados nesta quarta-feira não confirmaram o otimismo em relação ao problema, que obrigou o brasileiro a ser substituído por Asensio no jogo que selou a eliminação do time espanhol da Liga dos Campeões.
O jogador Vinícius Júnior (Foto: Divulgação)
“Eu tentei escapar da falta, mas não consegui. Depois do jogo os médicos me acalmaram, me disseram que não é nada grave”, afirmou o jogador ao canal de TV a cabo ‘Esporte Interativo’, na terça. “Vamos fazer os exames para ver direito o que foi. Espero que não seja nada”, completou ele, ciente de que ainda não poderia assegurar que a lesão não era de maior gravidade.

O departamento médico do Real, como de costume ao revelar lesões dos seus jogadores, não informou um período estimado de afastamento dos gramados para o atacante e disse apenas que a sua situação está “pendente de evolução”.

A lesão ligamentar de Vinícius Júnior também vai tirá-lo dos dois próximos amistosos da Seleção Brasileira, contra o Panamá, no dia 23 de março, e diante da República Checa, no dia 26. Estes são os dois primeiros compromissos do ano do time comandado por Tite, que havia chamado o atacante para estas partidas em convocação anunciada na última quinta-feira (28), no Rio de Janeiro.

Com a lesão confirmada nesta quarta, o ex-jogador flamenguista também se tornou uma dúvida da equipe nacional para a Copa América, que será realizada no Brasil, a partir do dia 14 de junho. Com base no tempo médio de recuperação para este tipo de lesão de ligamento, estima-se que o atacante fique afastado dos gramados por cerca de dois meses, o que prejudicará a sua preparação para a competição continental.