Real Madrid e Kashima reeditam ‘velho duelo’

Em 2016, time espanhol ganhou a taça do Mundial de Clubes em cima do rival japonês. Nesta quarta-feira, pelas semifinais, Real busca sonho do tri e o Kashima sua revanche

Agência Estado / vencer@diarioam.com.br

Abu Dabi – Uma final do Mundial de Clubes da Fifa poderá ter uma revanche na edição deste ano. Nesta quarta-feira (19), às 12h30 (de Manaus), no Zayed Sports City Stadium, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, Real Madrid e Kashima Antlers reeditam pelas semifinais o duelo decisivo de 2016, no qual o clube espanhol sofreu para vencer, por 4 a 2, após empate, por 2 a 2, no tempo normal.

O técnico Santiago Solari garantiu um Real Madrid totalmente focado na busca por mais um título do Mundial de Clubes. Na véspera da estreia no torneio, o treinador espanhol exaltou a importância de mais uma conquista, que seria sua primeira no comando da equipe.

Santiago Solari espera classificar o Real Madrid à final do Mundial e conquistar seu primeiro título no comando do time (Foto: Real Madrid/Divulgação)

“Damos máxima importância (ao Mundial) porque para chegar aqui é preciso fazer um caminho muito grande. O Real teve que ganhar a Liga dos Campeões e este grupo de jogadores conseguiu. É um feito extraordinário”, disse.
O Real Madrid vem de dois títulos mundiais consecutivos e luta para ser o primeiro tricampeão. Apesar disso, o próprio Solari admitiu que os europeus tendem a diminuir a importância do torneio, principalmente, em relação aos sul-americanos. Por ser argentino, porém, o treinador destacou a motivação por disputar a competição.

E a memória da final de 2016 ainda está fresca para o Kashima Antlers. Há dois anos, no Japão, o time passou pelo Atlético Nacional, da Colômbia, nas semifinais, e deu muito trabalho ao Real Madrid na decisão, em Yokohama. E é esta atuação que dá confiança aos japoneses para o duelo pela semifinal.

No atual elenco do Kashima Antlers, seis jogadores estiveram naquela decisão de 2016. O meia Shoma Doi alerta para que não haja falta de concentração, nessa quarta-feira, que foi fatal há dois anos. Para chegar às semifinais, o Kashima Antlers, atual campeão da Liga dos Campeões da Ásia, derrotou o Chivas Guadalajara, do México, por 3 a 2, no último sábado, pelas quartas de final.