Robert Kubica será o novo piloto titular da Williams na temporada de 2019

O polonês foi oficialmente confirmado, nesta quinta-feira (22), e formará dupla na equipe britânica com o britânico George Russell, que vai estrear na F-1

Agência Estado / redacao@diarioam.com.br

São Paulo – Quase oito anos após sofrer um grave acidente em uma prova de rali que quase lhe custou a sua vida, Robert Kubica está de volta à Fórmula 1. O polonês foi oficialmente confirmado, nesta quinta-feira (23), como piloto titular da Williams para a temporada de 2019 da máxima categoria do automobilismo. Hoje com 33 anos, Kubica formará dupla na equipe britânica com o britânico George Russell, que vai estrear na F-1.

O experiente corredor havia firmado um acordo anteriormente para ser titular do time inglês, em 2018, mas acabou perdendo a vaga na última hora após a escuderia optar por recuar no compromisso e confirmar Sergey Sirotkin, que trouxe com ele os patrocínios vindos da Rússia. Agora, porém, o polonês comemora o seu retorno à Fórmula 1, na qual subiu por 12 vezes ao pódio entre 2006 e 2010, período em que venceu o GP do Canadá de 2008 pela extinta equipe BMW Sauber, pela qual terminou o Mundial daquele ano na quarta posição.

Ele defendeu o time até 2009, antes de se transferir para a Lotus Renault, em 2010. “Antes de tudo, quero agradecer todo mundo que me ajudou naquilo que foi um período difícil da minha vida ao longo desses últimos anos”, afirmou Kubica, confirmado pela Williams um dia antes dos primeiros treinos livres do GP de Abu Dabi, prova que fechará esta temporada no domingo.

Com a confirmação de Kubica, a Williams garante uma dupla de pilotos nova para 2019. Além de Sirotkin, o canadense Lance Stroll é outro que está de saída da tradicional equipe, que amarga a temporada mais decepcionante de sua história na F-1, na qual ocupa a última posição do Mundial de Construtores.

Robert Kubica foi oficialmente confirmado como piloto titular da Williams para a temporada de 2019 (Foto: Fórmula 1/Twitter)