Sem ‘salto alto’, Real Madrid pega o Bayern

Mesmo com a vantagem do empate, time espanhol prega cautela diante da forte equipe de Munique-ALE, neste sábado, no Santiago Bernabéu, na briga definitiva por uma vaga na final

Estadão Conteúdo / redacao@diarioam.com.br

Madri – O primeiro finalista da Liga dos Campeões (Champions League) será conhecido neste sábado (1º). Às 14h45 (de Manaus), Real Madrid e Bayern de Munique duelarão no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri, e a vantagem está com o clube espanhol, que na Alemanha, na semana passada, venceu, por 2 a 1. A decisão do torneio será no próximo dia 26, no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

E apesar do time merengue atuar em casa e jogar pelo empate ou poder perder até por 1 a 0, o técnico do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane avisou: “O segredo é pensar em ganhar a partida, nada mais. Vamos entrar em campo para ganhar. É nosso objetivo. Não dá para especular, pensar, recuar o time e nem pensar em fazer coisas estranhas”, informou.

Sobre o adversário, Zidane acredita que o Bayern de Munique, pela qualidade de seus jogadores, não deverá alterar muito a maneira de atuar. Na opinião do treinador, a equipe alemã não varia a postura e tem a mesma força tanto em casa como fora. “Temos que estar concentrados e determinados. Eles vão vir completos e são muito fortes também”, afirmou.

Artilheiro Cristiano Ronaldo vai liderar o Real, em casa, diante do Bayern (Foto: FC Bayern de Munique/Twitter)

As duas principais dúvidas são Nacho Fernández e Isco, que se recuperaram recentemente de lesão. “Temos pensado um pouco para decidir o que fazer. O importante é que estão 100% fisicamente”, disse o técnico do Real.

Nacho se recuperou de um problema muscular que o deixou um mês fora dos gramados e Isco machucou o ombro esquerdo no jogo de ida contra o Bayern de Munique. “São casos distintos. Amanhã (hoje), vamos definir quem vai jogar. De qualquer forma, todo jogador tem que estar 100%”, finalizou Zidane.

Já o técnico do Bayern de Munique, Jupp Heynckes, lembrou da última partida do Real Madrid em seu estádio pela Champions para demonstrar que não será impossível vencer o time espanhol. Nas quartas de final, a Juventus chegou a fazer 3 a 0 na equipe do Real Madrid, mas levou um gol no fim e se despediu da competição.

“Esse jogo mostrou que o Real é vulnerável em casa. O Zidane disse que amanhã (hoje, 1º) é o jogo deles da temporada. Então temos que nos precaver”, afirmou.

Para a partida, o treinador tratou de dar moral para o centroavante Lewandowski. O jogador polonês não marca na Champions desde a vitória sobre Besiktas, por 5 a 0, em 20 de fevereiro, pelas oitavas de final. Na ocasião fez dois.

Por conta da seca, o jogador passou a ser criticado pelos torcedores. A imprensa alemã também chegou a informar que Jupp Heynckes estaria insatisfeito com a falta de dedicação do centroavante nos treinamentos e que cogitava escalar Sandro Wagner contra o Real Madrid.

Na segunda-feira (30), o técnico fez questão de acabar com qualquer boato. “Ele tem todo o meu apoio. Todo atacante, e eu me incluo nisso, tem fase que fica sem marcar”, defendeu.