Thiago Monteiro perde na estreia na Índia para francês

Após herdar a vaga de Saketh Myneni na chave principal, o lucky-loser brasileiro foi eliminado logo no primeiro compromisso na competição

Agência Estado / redacao@diarioam.com.br

Pune – Eliminado na rodada final do qualifying do Torneio de Pune, Thiago Monteiro não conseguiu aproveitar a segunda chance que recebeu no ATP 250 indiano. Após herdar a vaga de Saketh Myneni na chave principal, o lucky-loser brasileiro foi eliminado logo no primeiro compromisso na competição.

Número 120 do mundo, Monteiro encarou e perdeu para o francês Benoit Paire, o 52º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/3, em uma hora e 29 minutos.

Paire disparou 18 aces contra cinco do brasileiro, além de ter vencido 84% dos pontos disputados no primeiro serviço, um aproveitamento 8% maior do que o de Monteiro. Além disso, o francês cometeu três duplas-faltas, duas a mais do que o tenista do Ceará.

O tenista Thiago Monteiro (Foto: Divulgação)

No primeiro set, Paire teve o saque ameaçado no quinto game, mas se safou, assim como Monteiro no 12º. Mas o francês abriu 4/0 no tie-break e triunfou por 7/3. Em vantagem, Paire abriu 3/1 na segunda parcial, após conseguir quebra de serviço no terceiro game. E converteu novo break point no nono game para fechá-la em 6/3, avançando às oitavas de final.

O próximo adversário de Paire vai ser o checo Jiri Vesely, número 89 do mundo, que derrotou o francês Antoine Hoang por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4.

Nos outros jogos disputados nesta terça-feira na Índia, o sérvio Laslo Djere, o italiano Simone Bolelli, o bielo-russo Ilya Ivashka, o local Ramkumar Ramanathan e o croata Ivo Karlovic triunfaram, também se garantindo nas oitavas de final do Torneio de Pune.

BRISBANE – Jo-Wilfried Tsonga garantiu vaga nas oitavas de final do Torneio de Brisbane, na Austrália, ao vencer o australiano Thanasi Kokkinakis, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/4. O adversário do francês na próxima rodada será o espanhol Rafael Nadal.

Andy Murray também venceu, mas admitiu dificuldades para continuar a jogar em alto nível, devido à sequência de lesões que o impediram de participar de três dos quatro torneios de Grand Slam no ano passado. Aos 31 anos, o escocês marcou 6/3 e 6/4 sobre o australiano Jack Duckworth.

Os australianos, enfim, festejaram uma vitória de um jogador local, com o triunfo de Nick Kyrgios, que defende o título conquistado ano passado. Mas não foi fácil. O tenista de Camberra, número 35 do ranking mundial, teve de lutar bastante e vencer por 7/6, 5/7 e 7/6.

No duelo entre norte-americanos, Denis Kudla bateu Taylor Fritz por 7/6, 6/7 e 6/4, no melhor duelo do dia. Já o francês Jeremy Chardy conseguiu virar o placar diante do alemão Jan-Lennard Struff: 4/6, 6/3 e 6/4.