Vasco derrota o São Paulo e foge de queda

Em São Januário, time do Cruz-Maltino cumpriu o dever de casa ao vencer, por 2 a 0, sobre o Tricolor Paulista e reduzir mais a ameaça de rebaixamento. Agora, equipe carioca está em 14º lugar

Agência Brasil / redacao@diarioam.com.br

Rio de Janeiro – O São Paulo entrou em campo ciente de que Internacional e Grêmio perderam na rodada, mas não conseguiu fazer sua parte e permaneceu na quinta posição no Campeonato Brasileiro, fora do G-4. Sorte do Vasco, que venceu, por 2 a 0, em São Januário, no Rio de Janeiro, e respirou um pouco mais aliviado no torneio. O time carioca chegou aos 42 pontos, mas ainda corre riscos de cair para a Série B de 2019.

E, na noite desta quinta-feira (22), o time do Vasco entrou em campo disposto a afastar um pouco a ameaça de rebaixamento. Empurrado pela torcida, lutava por cada bola e se desdobrava em campo para atacar e não dar espaços aos visitantes. No banco de reservas, Fernando Miranda representava o técnico Alberto Valentim, suspenso por causa da expulsão contra o Corinthians.

Nos acréscimos, Yago Pikachu selou o triunfo sobre o rival paulista (Foto: Rudy Trindade/Estadão Conteúdo)

Até que, aos 17 minutos, o São Paulo bobeou na defesa e deu de presente o gol para o Vasco. Ao tentar sair jogando em seu campo, o volante Jucilei passou para a entrada da área e Andrey roubou a bola. O meia vascaíno arriscou o chute, Jean não alcançou e a bola morreu no fundo do gol, levando a torcida ao delírio em São Januário.

Em desvantagem, o São Paulo tentou recuperar terreno, mas errava muito. Os jogadores não conseguiam criar jogadas no ataque e o time ainda cometia faltas duras que culminaram em cartões amarelos. Foi assim que Hudson, Bruno Peres e Rodrigo Caio foram punidos pela arbitragem. Na frente, Helinho e Everton tentavam movimentações pelos lados, mas eram bem marcados.

Na volta do intervalo, o Vasco recuou um pouco e o São Paulo tentou aproveitar. Pressionou mais, teve posse de bola, mas ainda não conseguia concluir com perfeição. Reinaldo teve uma chance logo de cara, aproveitando um rebote da defesa, e chutou com perigo, assustando o goleiro Fernando Miguel.

Os dois técnicos mexeram no time, e o São Paulo manteve a superioridade no segundo tempo, só que não conseguiu transformar isso em oportunidades. Em uma cobrança de falta, Nenê mandou com perigo. No final, Rodrigo Caio teve uma ótima chance, cabeceou forte, mas o goleiro Fernando Miguel salvou.

Nos acréscimos, Pikachu fez o segundo gol do Vasco e garantiu uma importante vitória para o time carioca, que subiu na tabela e deixou o Tricolor Paulista fora do G-4. O Cruz-Maltino agora ocupa o 14º lugar, agora com 42 pontos, cinco a mais que o América-MG, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento. Já o São Paulo segue no quinto posto, com 62 pontos.

Pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo tentará se reabilitar diante do Sport, na próxima segunda-feira (26), às 18h (de Manaus), no Morumbi. Um dia antes, às 15h (de Manaus), o Vasco buscará adiar o título do Palmeiras e finalmente se livrar do risco de descenso.