Zé estuda poupar jogadores no Fla-Flu decisivo

Técnico do Flamengo está preocupado com a sequência de jogos decisivos e quer poupar até dois, amanhã

Estadão Conteúdo / portal@d24am.com

Foto: Gilvan de Souza/ Divulgação Flamengo

Rio de Janeiro – O Flamengo viverá nas próximas semanas uma série de decisões. Por isso, a ordem é administrar o elenco da melhor forma possível, para evitar lesões e levar a campo quem está em melhor forma física. Neste domingo (30), por exemplo, o time rubro-negro provavelmente poupará algumas peças, mesmo entrando em campo para um clássico diante do Fluminense no confronto que abrirá a decisão do Campeonato Carioca, no Maracanã.

“Muito provavelmente pouparemos um ou dois jogadores para essa partida. A ideia é ter força máxima contra o Fluminense, até porque esse é um título muito importante para mim, para os jogadores e para a torcida”, declarou o técnico Zé Ricardo em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O Flamengo decidirá o Carioca com o Fluminense nos dois próximos finais de semana. Na quarta-feira que vem, porém, a equipe terá outro confronto decisivo, contra a Universidad Católica, desta vez pela Libertadores, competição pela qual foi derrotado pelo Atlético-PR na última quarta, em Curitiba. Diante desta sequência de jogos importantes, Zé Ricardo vem enfrentando dificuldades para escalar o time.

“É difícil a gente fazer uma análise mais profunda do calendário do futebol brasileiro. Temos equipes disputando até quatro competições diferentes. Se não tiver isso programado com certa antecedência, você acaba até se confundindo em termos de regulamento. A maioria das equipes acabam formando um elenco grande, porque precisam estar preparadas para todas elas”, disse o técnico rubro-negro.

Sobre os possíveis nomes poupados no fim de semana, Zé Ricardo preferiu não citar, mas a possibilidade de Berrío herdar uma vaga no ataque é grande. O colombiano não vem atuando na Libertadores por causa de uma suspensão e, por isso, encontra-se em melhor forma física do que alguns de seus concorrentes. O treinador também levantou a possibilidade de contar com o zagueiro Donatti e o meia Éverton, que se recuperaram de lesões.

Abel projeta Fla-Flu equilibrados, mas sem ‘show de gols’

O técnico Abel Braga, do Fluminense, projeta uma final de Campeonato Carioca equilibrada contra o Flamengo, amanhã, no Maracanã, mas não de muitos gols, como no último encontro entre os clubes em uma decisão de Estadual, há 22 anos, vencida pelo clube tricolor (3 a 2).
“Nós queremos, assim como o Flamengo, proporcionar um grande jogo. É o que desejo. Fla-Flu é o clássico mais charmoso, mas não tem essa de que não acontece há muito tempo. Só não acredito que vai ser um jogo de muitos gols como aquele Fla-Flu da Taça Guanabara”, avaliou o técnico.

O treinador do time tricolor não fez mistérios sobre a escalação e a forma de atuar da equipe que, sob o comando dele, venceu 15 dos 25 jogos disputados e perdeu apenas quatro (com 55 gols marcados e 26 sofridos).

“A estratégia está montada. Amanhã (sábado) vamos treinar muito isso. A equipe já esta de cor e salteado para vocês e para o torcedor. A gente vem conseguindo coisas que ninguém acreditava. Disputar quatro competições e poder estar ainda em todas, é um negócio inacreditável”, relatou Abel Braga.